Exportar registro bibliográfico


Metrics:

Prevalência do uso de medicamentosna gravidez erelações com as características maternas (1999)

  • Authors:
  • USP affiliated authors: MORON, ANTONIO FERNANDES - FSP ; SIQUEIRA, ARNALDO AUGUSTO FRANCO DE - FSP
  • Unidade: FSP
  • DOI: 10.1590/s0034-89101999000300005
  • Subjects: GRAVIDEZ; HÁBITOS DE CONSUMO DE MEDICAMENTOS
  • Language: Português
  • Abstract: Introdução - Há, no Brasil, crescente utilização de medicamentos industrializados, inclusive durante o ciclo reprodutivo feminino. Na gestação, os efeitos dos medicamentos no feto pode resultar em toxicidade com possíveis lesões irreversíveis.Nesse sentido, foi verificada a prevalência do uso de medicamentos, durante a gravidez, na população estudada e sua relação com as características maternas, grupos farmacológicos e fonte de indicação. Métodos - Foram avaliadas, quanto ao uso demedicamentos, 1.620 mulheres, que deram à luz em cinco hospitais de atendimento público, privado ou conveniado, da cidade de São Paulo, de julho a setembro de 1993. Os dados referentes ao uso de medicamentos e de outras variáveis foramcoletados, por meio de entrevista estruturada, no intervalo de 30 dias consecutivos junto às puérperas. Resultados e Conclusões - A relação entre escolaridade materna e atendimento hospitalar revelou desigualdade social no acesso aos diversostipos de serviço de assistência ao parto. A prevalência do uso de pelo menos um medicamento foi de 97,6 por cento, com média de 4,2 medicamentos por mulher. A prevalência do uso de medicamentos por indicação médica e por automedicação foi de94,9 por cento e 33,5 por cento, respectivamente. As medicações mais usadas, excluindo-se as vitaminas, sais minerais e vacinas, foram os analgésicos, antiácidos, antieméticos e antiespasmódicos. Usuárias com maior uso de medicamentos tiveramasseguintes características: acima de 29 anos de idade, casadas, terceiro grau completo, atividade remunerada e acesso aos serviços privados de saúde. A assistência médica desempenhou papel facilitador no acesso ao uso de medicamentos durante operíodo gestacional. As mulheres deveriam ser conscientizadas dos riscos em potencial a que expõem seus fetos ao fazerem uso de tantas medicações. O pré-natalista deveria repensar seu papel diante desta problemática
  • Imprenta:
  • Source:
  • Acesso à fonteDOI
    Informações sobre o DOI: 10.1590/s0034-89101999000300005 (Fonte: oaDOI API)
    • Este periódico é de acesso aberto
    • Este artigo é de acesso aberto
    • URL de acesso aberto
    • Cor do Acesso Aberto: gold
    • Licença: cc-by

    How to cite
    A citação é gerada automaticamente e pode não estar totalmente de acordo com as normas

    • ABNT

      GOMES, Keila R O; MORON, Antonio Fernandes; SILVA, Rebeca de Souzae; SIQUEIRA, Arnaldo Augusto Franco de. Prevalência do uso de medicamentosna gravidez erelações com as características maternas. Revista de saúde pública, São Paulo, v. 33, n. 3, p. 246-254, 1999. Disponível em: < http://www.scielo.br/cgi-bin/fbpe/fbsite?got=site&pid=0034-8910&usr=fbpe&lng=en&nrm=iso&sss=1&aut=71981947 > DOI: 10.1590/s0034-89101999000300005.
    • APA

      Gomes, K. R. O., Moron, A. F., Silva, R. de S., & Siqueira, A. A. F. de. (1999). Prevalência do uso de medicamentosna gravidez erelações com as características maternas. Revista de saúde pública, 33( 3), 246-254. doi:10.1590/s0034-89101999000300005
    • NLM

      Gomes KRO, Moron AF, Silva R de S, Siqueira AAF de. Prevalência do uso de medicamentosna gravidez erelações com as características maternas [Internet]. Revista de saúde pública. 1999 ; 33( 3): 246-254.Available from: http://www.scielo.br/cgi-bin/fbpe/fbsite?got=site&pid=0034-8910&usr=fbpe&lng=en&nrm=iso&sss=1&aut=71981947
    • Vancouver

      Gomes KRO, Moron AF, Silva R de S, Siqueira AAF de. Prevalência do uso de medicamentosna gravidez erelações com as características maternas [Internet]. Revista de saúde pública. 1999 ; 33( 3): 246-254.Available from: http://www.scielo.br/cgi-bin/fbpe/fbsite?got=site&pid=0034-8910&usr=fbpe&lng=en&nrm=iso&sss=1&aut=71981947


Digital Library of Intellectual Production of Universidade de São Paulo     2012 - 2021