Exportar registro bibliográfico

Recarga do aquífero Dunas/Paleodunas, Fortaleza-CE (1999)

  • Authors:
  • Autor USP: VASCONCELOS, SÔNIA MARIA SILVA - IGC
  • Unidade: IGC
  • Sigla do Departamento: GGE
  • Subjects: HIDROGEOLOGIA; AQUÍFEROS
  • Language: Português
  • Abstract: O estudo foi realizado em uma área situada na porção nordeste do município de Fortaleza, Ceará, Brasil. Foram utilizados os métodos do balanço hídrico para avaliar a infiltração eficaz, e da medida direta da variação do nível potenciométrico para determinar a recarga direta. Estes métodos foram aplicados usando dados de temperatura, de precipitação medidos em um ponto de observação, através de um pluviômetro, e dados de monitoramento de nível estático em seis poços de observação. Foram monitoradas as características físico-químicas da água subterrânea para observar variações ocasionadas pelo aporte da recarga direta. O regime climático da área é marcado por um período seco, de julho a dezembro, e um úmido, de janeiro a junho. A precipitação anual média é cerca de 1500 mm com temperaturas médias mensais variando entre 26,1 e 27,5ºC. O sistema aqüífero é constituído por sedimentos quaternários: dunas, paleodunas e aluviões, considerados como um sistema único para efeitos de regionalização da estimativa de recarga. Este aqüífero, que se estende por toda a faixa litorânea do munípio de Fortaleza, assume uma importância estratégica, tendo em vista que o abastecimento da cidade é realizado por reservatórios de água superficial cujo potencial fica comprometido por freqüentes ocorrências de anos com baixo índice de precipitação. A recarga direta calculada no ponto de observação a partir da variação potenciométrica para os anos de 1996 e 1997 foi respectivamente10% e 16% da infiltração eficaz, determinada pelo balanço hídrico. No ano de 1998, que teve precipitação muito abaixo da média, a recarga excedeu o valor da infiltração eficaz. As características físico-químicas mostraram a existência de um aumento de salinidade do topo para a base do aqüífero. Com a recarga há uma tendência de uniformização com a redução de salinidade das águas mais profundas. Foi utilizado o critério L para o cálculo da recarga total, considerando o zoneamento da superfície potenciométrica, chegando-se aos volumers de 6,59 Mm3, 4,04 Mm3 e 1,20 Mm3 respectivamente para os anos de 1996, 1997 e 1998 quando a infiltração eficaz foi de 17,51 Mm3, 6,84 Mm3 e 0,18 Mm3
  • Imprenta:
  • Data da defesa: 24.08.1999
  • Acesso à fonte
    How to cite
    A citação é gerada automaticamente e pode não estar totalmente de acordo com as normas

    • ABNT

      VASCONCELOS, Sonia Maria Silva; REBOUÇAS, Aldo C. Recarga do aquífero Dunas/Paleodunas, Fortaleza-CE. 1999.Universidade de São Paulo, São Paulo, 1999. Disponível em: < http://www.teses.usp.br/teses/disponiveis/44/44133/tde-19112015-094946/pt-br.php >.
    • APA

      Vasconcelos, S. M. S., & Rebouças, A. C. (1999). Recarga do aquífero Dunas/Paleodunas, Fortaleza-CE. Universidade de São Paulo, São Paulo. Recuperado de http://www.teses.usp.br/teses/disponiveis/44/44133/tde-19112015-094946/pt-br.php
    • NLM

      Vasconcelos SMS, Rebouças AC. Recarga do aquífero Dunas/Paleodunas, Fortaleza-CE [Internet]. 1999 ;Available from: http://www.teses.usp.br/teses/disponiveis/44/44133/tde-19112015-094946/pt-br.php
    • Vancouver

      Vasconcelos SMS, Rebouças AC. Recarga do aquífero Dunas/Paleodunas, Fortaleza-CE [Internet]. 1999 ;Available from: http://www.teses.usp.br/teses/disponiveis/44/44133/tde-19112015-094946/pt-br.php

    Últimas obras dos mesmos autores vinculados com a USP cadastradas na BDPI:

    Digital Library of Intellectual Production of Universidade de São Paulo     2012 - 2021