Exportar registro bibliográfico

Avaliação do potencial de um lodo anaeróbio termófilo na biodegradação do composto Pentaclorofenol (PCP) (1998)

  • Authors:
  • Autor USP: OLIVERIA, SUZY SARZI - EESC
  • Unidade: EESC
  • Sigla do Departamento: SHS
  • Assunto: SANEAMENTO BÁSICO
  • Language: Português
  • Abstract: A presente dissertação de mestrado aborda o estudo do potencial do uso de um lodo granulado anaeróbico na degradação do composto pentaclorofenol (PCP), lodo esse proviniente de um reator anaeróbico de fluxo ascendente e manta de lodo (UASB)operado sob condições termofílicas (55'+OU-''2 GRAUS'C) para o tratamento de vinhaça. O consórcio microbiano granulado foi estudado sob condições de anaerobiose estrita, com o objetivo primordial de enriquecer culturas de bactérias anaeróbias emmeio específico contendo PCP e avaliar a biodegradação termófila do PCP sob condições metanogênicas. Três ensaios para o enriquecimento do lodo granulado foram realizados em meio mineral acrescido de fontes orgânicas, tais como: ácido acético,propiônico e butírico, glicose e etanol. O PCP foi estudado na concentração de 2,5 mg/L, sempre adicionado ao meio em solução de etanol. Os resultados mostraram a capacidade do lodo termófilo enriquecido na degradação do PCP. Aproximadamente100% do composto foi removido na presença dos ácidos orgânicos voláteis, e cerca de 80% quando do emprego da glicose. Porcentagem elevada de degradação também foi verificada quando apenas etanol e o organohalogenado estiveram presentes no meio.Os maiores valores de metano foram obtidos nos ensaios contendo somente ácidos orgânicos voláteis, e naqueles contendo ácidos, etanol e PCP. Os valores calculados de atividade metanogênica específica para os lodos granulados durante oenriquecimento contendo ácidosorgânicos voláteis, etanol e PCP estiveram próximos, em geral, a 0,06 mmoldes C'H IND.4'/gSS.h. Os resultados de remoção de PCP foram obtidos nos ensaios de enriquecimento com duração de até 19 dias de incubação, a55 '+OU-''2 GRAUS'C. No entanto, o ensaio 2 com duração de 7 dias, revelou que nas condições estudadas é provável que cerca de 50% do PCP seja removido nesse período, na presença de ácidos orgânicos e etanol, ou apenas etanol. A diluição da ) amostra enriquecida em meio mineral contendo ácidos orgânicos, etanol e PCP resultou na obtenção de uma co-cultura com bacilos de tamanhos diferentes, sendo um fluorescente, relacionado ao gênero Methanobacterium uma Archaeametanogênica hidrogenotrófica e um bacilo não fluorescente. Os exames microscópicos também indicaram a presença de organismos do gênero Methanosarcina nas condições de cultivo citadas. O pentaclorofenol também foi removido do meio durante osestudos com a co-cultura. As análises cromatográficas do PCP nos ensaios de enriquecimento e de obtenção de culturas revelaram a presença de dois compostos intermediários no meio: o diclorofenol (DCP) e o triclorofenol (TCP)
  • Imprenta:
  • Data da defesa: 02.12.1998

  • How to cite
    A citação é gerada automaticamente e pode não estar totalmente de acordo com as normas

    • ABNT

      OLIVEIRA, Suzy Sarzi; VAZOLLER, Rosana Filomena. Avaliação do potencial de um lodo anaeróbio termófilo na biodegradação do composto Pentaclorofenol (PCP). 1998.Universidade de São Paulo, São Carlos, 1998.
    • APA

      Oliveira, S. S., & Vazoller, R. F. (1998). Avaliação do potencial de um lodo anaeróbio termófilo na biodegradação do composto Pentaclorofenol (PCP). Universidade de São Paulo, São Carlos.
    • NLM

      Oliveira SS, Vazoller RF. Avaliação do potencial de um lodo anaeróbio termófilo na biodegradação do composto Pentaclorofenol (PCP). 1998 ;
    • Vancouver

      Oliveira SS, Vazoller RF. Avaliação do potencial de um lodo anaeróbio termófilo na biodegradação do composto Pentaclorofenol (PCP). 1998 ;


Digital Library of Intellectual Production of Universidade de São Paulo     2012 - 2021