Exportar registro bibliográfico

Estudo comparativo de dois postos de trabalho na indústria automática e na indústria manual do vidro (1999)

  • Authors:
  • Autor USP: QUEIRÓZ, MARIA DE FÁTIMA FERREIRA - FSP
  • Unidade: FSP
  • Sigla do Departamento: HSA
  • Subjects: INDÚSTRIA DA CERÂMICA E ARGILA; ENGENHARIA HUMANA; RISCOS OCUPACIONAIS; SEGURANÇA DE EQUIPAMENTOS; AMBIENTE DE TRABALHO
  • Language: Português
  • Abstract: Estuda em indústrias vidreiras, caracterizando por uma metodologia ergonômica - os postos de trabalho de sopro de vidros em duas indústrias que realizam respectivamente processo manual e automatizado, apresentando também um recorte do processo de saúde-doença desses trabalhadores. A metodologia utilizada teve como base a análise ergonômica da atividade aplicada nos dois postos e englobou a observação direta da situação de trabalho, o diálogo com os trabalhadores e aplicação de questionário. A amostra constituiu-se de 41 trabalhadores sendo que 27 trabalhavam na máquina automática e 14 na sopragem manual. As variáveis coletadas eram relacionadas a características da população e do processo de trabalho. A análise mostra que o trabalho no posto da indústria automática constitui-se de tarefas relacionadas ao controle de funcionamento da máquina e o trabalho na indústria manual de produção. A comparação entre indústrias apontou diferenças estatisticamente significativas em relação às respostas sobre ruído alto, ferramentas de trabalho ruins, variação de postura no posto de trabalho e a queixa de dor nos ombros. Também foram detectados fatores de risco com repetitividade no trabalho para os trabalhadores da indústria manual e fatores da organização do trabalho, tais como ritmo, jornada, sistemas de turno, participação em decisões relevantes, treinamento de funcionários, nas duas indústrias. A metodologia mostrou-se adequada para o reconhecimento dos aspectos críticos dospostos, possibilitando uma comparação aprofundada entre os processos estudados principalmente no que se refere às vivências dos trabalhadores. Na indústria manual, o trabalhador parece desempenhar um papel que o faz sentir mais importante no trabalho, pois ele realiza uma parte significativa do trabalho total, diferentemente do trabalhador da indústria automática que está vigiando um processo onde a máquina é a produtora
  • Imprenta:
  • Data da defesa: 15.04.1999

  • How to cite
    A citação é gerada automaticamente e pode não estar totalmente de acordo com as normas

    • ABNT

      QUEIRÓZ, Maria de Fátima Ferreira; MACIEL, Regina Heloísa Mattei de Oliveira. Estudo comparativo de dois postos de trabalho na indústria automática e na indústria manual do vidro. 1999.Universidade de São Paulo, São Paulo, 1999.
    • APA

      Queiróz, M. de F. F., & Maciel, R. H. M. de O. (1999). Estudo comparativo de dois postos de trabalho na indústria automática e na indústria manual do vidro. Universidade de São Paulo, São Paulo.
    • NLM

      Queiróz M de FF, Maciel RHM de O. Estudo comparativo de dois postos de trabalho na indústria automática e na indústria manual do vidro. 1999 ;
    • Vancouver

      Queiróz M de FF, Maciel RHM de O. Estudo comparativo de dois postos de trabalho na indústria automática e na indústria manual do vidro. 1999 ;

    Últimas obras dos mesmos autores vinculados com a USP cadastradas na BDPI:

Digital Library of Intellectual Production of Universidade de São Paulo     2012 - 2021