Exportar registro bibliográfico

Medida da pressão arterial em locais alternativos: comparação de valores diretos e indiretos em função da largura do manguito (1999)

  • Authors:
  • Autor USP: LAMAS, JOSÉ LUIZ TATAGIBA - EE
  • Unidade: EE
  • Sigla do Departamento: ENC
  • Assunto: ENFERMAGEM (TÉCNICAS)
  • Language: Português
  • Abstract: Os objetivos deste trabalho foram (1) comparar valores de pressão arterial sistólica e diastólica obtidos por meio de medidas diretas com aqueles verificados pelo método, ausculatório nas artérias radial, braquial, e tibiais posteriores e (2) estabelecer relações entre os valores registrados intra-arterialmente e os obtidos com os manguitos de largura correta e padrão. A população foi composta por 57 pacientes (21 mulheres e 36 homens), com idades entre 14 e 78 anos, internados em um hospital universitário do interior do Estado de São Paulo, que usavam uma cânula na a. radial para registro invasivo da pressão arterial. A medida indireta foi relizada com estetoscópio duplo pelo autor, responsável pela determinação dos valores auscultados, e uma auxiliar, que registrava os valores intra-arteriais no momento em que ouvia os sons correspondentes às pressões sistólica (fase I de Korotkoff) e diastólica (fase V). A ausculta foi feita com a campânula de um estetoscópio pediátrico. As larguras de manguito mais utilizadas foram 11 cm (36,8%), 10 cm (26,3%), 12 cm (21,1%), 9 cm (8,8%) e 8 e 13 cm (3,5% cada uma). A circunferência dos braços apresentou um valor médio de 27,89 '+ OU -' 2,71 cm. A pressão foi determinada em 77,2% dos pacientes (a. radial), 100% (a. braquial), 66,7% (a. tibial posterior direita) e 59,6% (a. tibial posterior esquerda). O abafamento dos sons só foi definido em 18,2% dos pacientes (a. radial), 50,9% (a. braquial), 13,2% (a. tibialposterior direita) e 14,7% (a. tibial posterior esquerda). Na a. radial, a medida indireta subestimou a pressão sistólica, especialmente quando se usou o manguito padrão, e superestimou a pressão diastólica, principalmente com o manguito correto. O uso do manguito padrão subestimou os valores obtidos pelo método auscultatório. Na a. braquial a medida indireta subestimou a pressão sistólica, particularmente com o manguito padrão. A superstimação da pressão ) diastólica só foi observada com o manguito correto. O uso do manguito padrão provocou a subestimação dos valores auscultados, quando comparados àqueles medidos com o manguito correto. Na a. tibial posterior direita a subestimação da pressão sistólica promovida pela técnica auscultatória não atingiu níveis significativos. A pressão diastólica, entretanto, continuou sendo superestimada, especialmente quando se usou o manguito correto. A subestimação introduzida na medida indireta pelo uso do manguito padrão continuou sendo notada. Na a. tibial posterior esquerda, não houve subestimação dos valores indiretos de pressão sistólica, quando comparados aos valores diretos. A pressào diastólica foi superestimada, principalmente pelo manguito correto. A subestimação da medida indireta provocada pelo manguito padrão só atingiu níveis significativos quando se consideraram os valores da pressão diastólica
  • Imprenta:
  • Data da defesa: 12.04.1999

  • How to cite
    A citação é gerada automaticamente e pode não estar totalmente de acordo com as normas

    • ABNT

      LAMAS, José Luiz Tatagiba; ARCURI, Edna Apparecida Moura. Medida da pressão arterial em locais alternativos: comparação de valores diretos e indiretos em função da largura do manguito. 1999.Universidade de São Paulo, São Paulo, 1999.
    • APA

      Lamas, J. L. T., & Arcuri, E. A. M. (1999). Medida da pressão arterial em locais alternativos: comparação de valores diretos e indiretos em função da largura do manguito. Universidade de São Paulo, São Paulo.
    • NLM

      Lamas JLT, Arcuri EAM. Medida da pressão arterial em locais alternativos: comparação de valores diretos e indiretos em função da largura do manguito. 1999 ;
    • Vancouver

      Lamas JLT, Arcuri EAM. Medida da pressão arterial em locais alternativos: comparação de valores diretos e indiretos em função da largura do manguito. 1999 ;

    Últimas obras dos mesmos autores vinculados com a USP cadastradas na BDPI:

    Digital Library of Intellectual Production of Universidade de São Paulo     2012 - 2021