Exportar registro bibliográfico

Proposta de apoio turístico com desenvolvimento sustentável: o caso da APA da Barra do Rio Mamanguape/PB (1998)

  • Authors:
  • USP affiliated authors: PANET, AMELIA DE FARIAS - FAU
  • Unidades: FAU
  • Sigla do Departamento: AUP
  • Subjects: MEIO AMBIENTE URBANO; PROTEÇÃO AMBIENTAL; TURISMO
  • Language: Português
  • Abstract: Após a segunda guerra mundial, com a definição das grandes metrópoles, onde se concentrava grande parte da produção material no desenvolvimento industrial, a cidade passa a ser vista como "monstro causador do estresse".As desigualdades sociaisaumentam e a qualidade de vida é prejudicada devido, entre outros fatores, ao crescimento populacional das áreas urbanas. Este crescimento intensifica-se, gerando o "estresse urbano", causado pelo cotidiano das grandes metrópoles. Ao mesmotempo, a "indústria" do turismo aliada às conquistas, intensifica-se e divulga a ideologia de que o lazer, através das viagens e mudanças de ambiente, é a solução e a garantia do bem estar. Crescem as rotas turísticas e os espaços naturais sãocada vez mais procurados. No Brasil, as paisagens litorâneas são vistas como espaços ideais para a prática das atividades turísticas. Esta busca pelo litoral, contribui para o aumento da apropriação deste espaço causando diversos problemas,entre eles, a degradação ambiental. Com isto, o homem começa a perceber a necessidade de adequar seus interesses de liberdade às práticas de preservação ambiental. O conceito de fazer turístico evolui na intenção de integrar-se à natureza,conhecendo-a e preservando-a. Este trabalho procura incentivar a prática deste turismo integrado ao meio ambiente, em áreas litorâneas, como parte do processo de desenvolvimento sustentável, baseado em múltiplos usos no espaço correspondente àArea de ProteçãoAmbiental (APA) da Barra do Rio Mamanguape, situada na Paraíba. Esta APA foi criada pelo Decreto n. 924 de 10 de setembro de 1993, possui 14.640 ha e abrange o estuário do rio Mamanguape, do rio Miriri, grande parte do municípiode Rio Tinto, parte do município de Lucena, no litoral norte da Paraíba. O estuário do Mamanguape é um dos principais do Estado, possuindo aproximadamente 30 km de extensão no sentido leste-oeste e mais de 6000 ha de mangues. Constitui-se o principal local de concentração do peixe-boi marinho (Trichechus manatus) no litoral nordeste do Brasil. Estes animais em processo de extinção, utilizam este estuário para sua reprodução. Neste trabalho, lançamos uma proposta deocupação e uso no desenvolvimento sustentável da região, tendo como mecanismo limitador da capacidade de suporte ambiental, o sistema de tratamento de esgotos. Esta proposta abrange a área compreendida pelos limites da APA, onde sugerimos ummacrozoneamento acompanhado de alguns critérios e diretrizes. De acordo com as carências observadas na região, lançamos um programa mínimo de equipamentos que pudessem dar apoio a atividade do turismo. Assim, estudamos a tecnologia mais adequadapara sua construção e desenvolvemos os projetos a nível de pré-executivo. Este trabalho é então, uma forma particular de pensar e solucionar os problemas, dos quais assumimos total responsabilidade
  • Imprenta:
  • Data da defesa: 28.05.1998

  • How to cite
    A citação é gerada automaticamente e pode não estar totalmente de acordo com as normas

    • ABNT

      PANET, Amélia de Farias; MARTINO, Arnaldo Antônio. Proposta de apoio turístico com desenvolvimento sustentável: o caso da APA da Barra do Rio Mamanguape/PB. 1998.Universidade de São Paulo, São Paulo, 1998.
    • APA

      Panet, A. de F., & Martino, A. A. (1998). Proposta de apoio turístico com desenvolvimento sustentável: o caso da APA da Barra do Rio Mamanguape/PB. Universidade de São Paulo, São Paulo.
    • NLM

      Panet A de F, Martino AA. Proposta de apoio turístico com desenvolvimento sustentável: o caso da APA da Barra do Rio Mamanguape/PB. 1998 ;
    • Vancouver

      Panet A de F, Martino AA. Proposta de apoio turístico com desenvolvimento sustentável: o caso da APA da Barra do Rio Mamanguape/PB. 1998 ;