Exportar registro bibliográfico

Mecanismos de resistência ao inseticida metidation em Amblyseius womersleyi Schicha, 1975 (Acari : Phytoseiidae) (1999)

  • Authors:
  • Autor USP: SATO, MÁRIO EIDI - ESALQ
  • Unidade: ESALQ
  • Sigla do Departamento: LET
  • Subjects: CONTROLE BIOLÓGICO; PESTICIDAS; ENTOMOLOGIA AGRÍCOLA; ACARI
  • Language: Português
  • Abstract: O ácaro predador Amblyseius womersleyi Schicha é um inimigo natural do ácaro Tetranychus kanzawai Kishida, considerado praga-chave da cultura do chá no Japão. Com o objetivo de estudar os mecanismos de resistência a metidation neste fitoseideo,selecionou-se para o aumento da resistência ao inseticida, uma população resistente de A. womersleyi. Concomitantemente, realiou-se a seleção para o aumento da suscetibilidade, utilizando-se uma outra população, mais suscetível a metidation.Após quatro seleções para resistência e três seleções para suscetibilidade, houve um aumento na razão de resistência (R/S), ao nível de 'CL IND. 50', de 16 para 342 vezes. Estudou-se o efeito de alguns sinergistas (PBO, DEM e DEF) na toxicidadede metidation, sobre A. womersleyi. A razão de sinergismo (RS:'CL IND.50' sem sinergista/'CL IND.50' com sinergista) mais alta foi obtida para PBO (inibidor de ofm, oxidases com funções múltiplas), com aumento de 12,3 vezes na toxicidade doinseticida, na população R deste predador. Realizou-se um segundo teste com sinergistas, desta vez utilizando PBO e PTBE (inibidor de ofm). A mais alta RS foi verificada para PTPE, com 59,3 vezes, para a população R de A.womersleyi. Osresultados indicam que um aumento no metabolismo oxidativo estaria envolvido nesta resistência. Em um outro experimento, observou-se que uma acetilcolinesterase menos sensível a metidation estaria envolvida nesta resistência, sendo consideradaporém, deimportância secundária. Analisou-se também a penetração cuticular de metidation em A. womersleyi, verificando-se que a penetração não seria uma fator envolvido nesta resistência. Estudou-se em seguida, o metabolismo "in vitro" dometidation, utilizando-se diferentes frações subcelulares destes ácaros. A degradação de ['ANTPOT 14 C']-metidation, pela fração microssomal dos ácaros suscetíveis, confirmando que as ofm estariam envolvidas nesta resistência ) Em um último experimento, comparou-se a toxicidade de oito pesticidas nas populações R e S do ácaro predador. A população R mostrou-se mais resistente que a população S a todos os inseticidas testados, com a exceção de bifenthrin.As maiores razões de resistência foram observadas para os inseticidas metidation, acefato e malationn, para os quais a população R mostrou-se, respectivamente, 311; 20,4 e 13,1 vezes mais resistente que a população S. No caso do piretróidebifenthrin, nenhuma resistência cruzada foi observada para o produto
  • Imprenta:
  • Data da defesa: 15.03.1999
  • Acesso à fonte
    How to cite
    A citação é gerada automaticamente e pode não estar totalmente de acordo com as normas

    • ABNT

      SATO, Mário Eidi; NAKANO, Octavio. Mecanismos de resistência ao inseticida metidation em Amblyseius womersleyi Schicha, 1975 (Acari : Phytoseiidae). 1999.Universidade de São Paulo, Piracicaba, 1999. Disponível em: < https://teses.usp.br/teses/disponiveis/11/11146/tde-20191220-133320/ >.
    • APA

      Sato, M. E., & Nakano, O. (1999). Mecanismos de resistência ao inseticida metidation em Amblyseius womersleyi Schicha, 1975 (Acari : Phytoseiidae). Universidade de São Paulo, Piracicaba. Recuperado de https://teses.usp.br/teses/disponiveis/11/11146/tde-20191220-133320/
    • NLM

      Sato ME, Nakano O. Mecanismos de resistência ao inseticida metidation em Amblyseius womersleyi Schicha, 1975 (Acari : Phytoseiidae) [Internet]. 1999 ;Available from: https://teses.usp.br/teses/disponiveis/11/11146/tde-20191220-133320/
    • Vancouver

      Sato ME, Nakano O. Mecanismos de resistência ao inseticida metidation em Amblyseius womersleyi Schicha, 1975 (Acari : Phytoseiidae) [Internet]. 1999 ;Available from: https://teses.usp.br/teses/disponiveis/11/11146/tde-20191220-133320/


Digital Library of Intellectual Production of Universidade de São Paulo     2012 - 2021