Exportar registro bibliográfico

Riscos fetais em infecções congênitas (1999)

  • Authors:
  • Autor USP: GRADIA, DANIELA FIORI - IB
  • Unidade: IB
  • Sigla do Departamento: BIO
  • Assunto: GENÉTICA MÉDICA
  • Language: Português
  • Abstract: Foram avaliadas 19 pacientes com infecção aguda durante o período gestacional atendidas entre outubro de 1989 e dezembro de 1997. No grupo, o diagnóstico estabelecido através de avaliação sorológica materna foi: 9 casos de Toxoplasmose, 4 casos de rubéola; 4 casos de citomegalia; 1 caso de varicela e 1 caso de parvovirose B19. De acordo com a literatura cerca de 40% das crianças nascidas de mães com toxoplasmose ativa durante a gravidez irão ser vítimas da parasitose congênita, expressiva ou subclínica. Na rubéola, o risco de acometimento fetal é controverso, mas superior a 50% no primeiro trimestre da gestação. Na citomegalorirose há risco de 30% a 40 % de acometimento fetal em qualquer fase da gestaçào (Remington,1995). Gestantes infectadas receberam o seguinte acompanhamento: o isolamento do parasitaa e a detecção de seu DNA no líquido amniótico através de PCR foram realizados nos casos de toxoplasmose e citomegalia. Coleta de sangue fetal para obtenção de hemograma, sorologia e dosagem de gama GT e DHL foi realizada em casos de toxoplasmose, rubéola, citomegalia e parvovirose B19. O desenvolvimento fetal foi acompanhado, em todos os casos, através de monitoração ultra-sonográfica- único procedimento adotado no caso de varicela. Pacientes com toxoplasmose receberam tratamento profilático padrão. Para verificar a sensibilidade dos testes, avaliaram-se os recém-nascidos. Dos 9 casos de toxoplasmose, houve diagnóstico de transmissão fetal em 2; em um delesoptou-se pela interrupção da gestação ao passo que no outro a criança nasceu bastante comprometida vindo a falecer com treze dias de vida. Nas gestantes com rubéola detectou-se transmissão viral ao feto em dois casos. As gestações foram a termo com o nascimento de criança normal em um caso e de recém-nascido com cardiopatia congênita no outro, que faleceu com três meses de idade. Dos 4 casos de citomegalia, determinou-se infecção fetal em apenas 1 caso (Contina) ) onde a gestação foi interrompida; houve também um caso de falso-negativo com o nascimento de criança com manisfetaçào ocular da infecção. No caso de varicela o recém-nascido apresentou-se normal. O mesmo ocorreu no caso de parvovirose B19 apesar de a infecção ter sido comprovada no feto. Diferente do relatado na literatura, a toxoplasmose materna no terceiro trimestre pode resultar em feto bastante acometido, como o observado no caso 4 em que o recém-nascido foi aóbito com graves seqüelas da infecção. A detecção de infecção fetal no líquido amniótico através do PCR tem aparecido como alternativa diagnóstica. Mesmo mostrando resultados promissores ainda são necessários mais estudos, para que se possam substituir os exames realizados no sangue fetal por esta técnica, especialmente no Brasil devido à sua recente implantação. A possibilidade de diagnóstico pré-natal tem permitido determinar com maior segurança se houve ou não transmissão da patologia através de pesquisa direta do feto, permitido destaforma, orientar adequadamente a gestante e seu médico. Infelizmente, apenas um pequeno grupo de pacientes tem acesso a essa tecnologia, tornando assim mais importante a prevenção destas doenças com a realização de um pré-natal adequado
  • Imprenta:
  • Data da defesa: 04.02.1999

  • How to cite
    A citação é gerada automaticamente e pode não estar totalmente de acordo com as normas

    • ABNT

      GRADIA, Daniela Fiori; GOLLOP, Thomaz Rafael. Riscos fetais em infecções congênitas. 1999.Universidade de São Paulo, São Paulo, 1999.
    • APA

      Gradia, D. F., & Gollop, T. R. (1999). Riscos fetais em infecções congênitas. Universidade de São Paulo, São Paulo.
    • NLM

      Gradia DF, Gollop TR. Riscos fetais em infecções congênitas. 1999 ;
    • Vancouver

      Gradia DF, Gollop TR. Riscos fetais em infecções congênitas. 1999 ;

    Últimas obras dos mesmos autores vinculados com a USP cadastradas na BDPI:

    Digital Library of Intellectual Production of Universidade de São Paulo     2012 - 2021