Exportar registro bibliográfico

Correlação entre os achados clínicos e ressonância magnética em pacientes portadores ou não de disfunção da articulação temporomandibular (1998)

  • Authors:
  • USP affiliated authors: VACARIUC, SIMONE - FO
  • Unidades: FO
  • Sigla do Departamento: ODE
  • Subjects: DIAGNÓSTICO BUCAL
  • Language: Português
  • Abstract: Para o nosso estudo foram selecionados 40 indivíduos, sendo 20 portadores de disfunção de ATM e 20 assintomáticos. A idade variou dos 18 aos 50 anos para o grupo com disfunção e dos 20 aos 53 anos para o grupo controle. Foram considerados osseguintes clínicos: dor à posterior da ATM, travamento da mandíbula, estalo e crepitação, apertamento e bruxismo, mastigação, marcas em língua e bochecha, tratamento ortodôntico, traumatismos e palpação da musculação. Os pacientes foramsubmetidos ao exame de Ressonância Magnética (RM), onde foram avaliados no tocante a posição e forma do disco articular, posição e forma do disco articular, posição do côndilo com a boca fechada e em excursão. Após cruzar-se os achados clínicoscom os da RM chegamos às seguintes conclusões: a) os pacientes portadores de disfunção tendem a ter dor à palpação da ATM, presença de dor para posição do côndilo não centralizado e disco não bicôncavo; b) travamentos da mandíbula estiverampresentes em articulações com a posição e a forma do disco alterados; c)presença de estalos com maior ocorrência para posição do disco deslocado e formato não bicôncavo e para côndilo de boca fechada e em excursão; d) maior ocorrência paramastigação unilateral no grupo com disfunção; e) significativo número de relatos de trauma foi observado no grupo com disfunção; f) os músculos mastigatórios, esternocleidomastoideo, pterigoideo medial e lateral, tendão do material,apresentaram-se com sensibilidade àpalpação, sendo que, no cruzamento com o grupo de pacientes foram significativos estatisticamente e com a RM, só o pterigoideo lateral mostrou-se com significância, no cruzamento com a posição do côndilo; g) amaior ocorrência esteve presente para posição do disco deslocado com redução e disco com forma não bicôncava mais para o lado esquerdo; h) a posição do côndilo esteve, na maioria das vezes, na posição retruída; i) verificamos que a excursão docôndilo ) apresentou-se na maioria dos casos como excursão acentuada; j) a maioria das articulações com o disco deslocado apresentou-se coma forma não bicôncava e l) posição do côndilo alterada esteve mais relacionada à presença de discodeslocado e a forma do disco não bicôncava
  • Imprenta:
  • Data da defesa: 18.12.1998

  • How to cite
    A citação é gerada automaticamente e pode não estar totalmente de acordo com as normas

    • ABNT

      VACARIUC, Simone; FENYO-PEREIRA, Marlene. Correlação entre os achados clínicos e ressonância magnética em pacientes portadores ou não de disfunção da articulação temporomandibular. 1998.Universidade de São Paulo, São Paulo, 1998.
    • APA

      Vacariuc, S., & Fenyo-Pereira, M. (1998). Correlação entre os achados clínicos e ressonância magnética em pacientes portadores ou não de disfunção da articulação temporomandibular. Universidade de São Paulo, São Paulo.
    • NLM

      Vacariuc S, Fenyo-Pereira M. Correlação entre os achados clínicos e ressonância magnética em pacientes portadores ou não de disfunção da articulação temporomandibular. 1998 ;
    • Vancouver

      Vacariuc S, Fenyo-Pereira M. Correlação entre os achados clínicos e ressonância magnética em pacientes portadores ou não de disfunção da articulação temporomandibular. 1998 ;