Exportar registro bibliográfico

Efeito da profilaxia e do condicionamento ácido na infiltração marginal de um selante de fissura oclusal (1997)

  • Authors:
  • Autor USP: DIAS, ALEXANDRA REAL - FOB
  • Unidade: FOB
  • Sigla do Departamento: BAD
  • Assunto: DENTÍSTICA
  • Language: Português
  • Abstract: O presente trabalho teve como objetivo avaliar, "in vitro", o padrão de infiltração marginal ao longo de selantes de fóssulas oclusais submetidas ou não à profilaxia coronária e ao condicionamento ácido do esmalte. Para isto, 40 pré-molares superiores hígidos, extraídos por razões ortodônticas, foram divididos em quatro grupos de dez dentes onde cada grupo recebeu os seguintes tratamentos na superfície de esmalte oclusal previamente à aplicação do selante: (I) nenhum procedimento - controle; (II) sem profilaxia e com condicionamento ácido; (III) com profilaxia e sem condicionamento ácido; (IV) com profilaxia e com condicionamento ácido. A profilaxia coronária dos grupos III e IV foi realizada com o auxílio do aparelho Prophy Jet, por 20 segundos. Todos os espécimes foram condicionados com ácido fosfórico a 37% por um minuto, lavados com jato de ar/água por 40 segundos, secos, e selados com o selante Fluoroshield fotopolimerizado por 40 segundos, seguindo as especificações do fabricante. Em seguida, os dentes foram totalmente impermeabilizados, exceto a superfície oclusal, e ciclados termicamente por 30 segundos nas temperaturas extremas de '5GRAUS' e '55GRAUS', totalizando 180 ciclos. Imediatamente após, os dentes foram mergulhados em fucsina básica a 0,5% e armazenados a '37GRAUS', por 24 horas. Os espécimes foram seccionados no sentido vestíbulo-lingual da coroa dentária em quanto fatias de aproximadamente 200 micrômetros de espessura,abrangendo toda a extensão da fissura. O grau de infiltração do corante em cada grupo foi avaliado microscopicamente através da atribuição de escores, levando-se em consideração a profundidade do sulco e a penetração do selante. Para se comparar a infiltração do corante entre os grupos foram empregados os testes estatísticos de Kruskall-Wallis e Miller. Os resultados constataram um escore médio de infiltração marginal significantemente maior (p<0.001) para os grupos I (6.308) ) e III (6.241) que para os grupos II (3.367) e IV (3.383). Concluiu-se, portanto, que a técnica de profilaxia com o sistema Prophy não interferiu no vedamento da interface esmalte/selante. O condicionamento ácido foi o maior responsável por bloquear a microinfiltração do corante
  • Imprenta:
  • Data da defesa: 25.06.1997

  • How to cite
    A citação é gerada automaticamente e pode não estar totalmente de acordo com as normas

    • ABNT

      DIAS, Alexandra Real; PEREIRA, José Carlos. Efeito da profilaxia e do condicionamento ácido na infiltração marginal de um selante de fissura oclusal. 1997.Universidade de São Paulo, Bauru, 1997.
    • APA

      Dias, A. R., & Pereira, J. C. (1997). Efeito da profilaxia e do condicionamento ácido na infiltração marginal de um selante de fissura oclusal. Universidade de São Paulo, Bauru.
    • NLM

      Dias AR, Pereira JC. Efeito da profilaxia e do condicionamento ácido na infiltração marginal de um selante de fissura oclusal. 1997 ;
    • Vancouver

      Dias AR, Pereira JC. Efeito da profilaxia e do condicionamento ácido na infiltração marginal de um selante de fissura oclusal. 1997 ;

    Últimas obras dos mesmos autores vinculados com a USP cadastradas na BDPI:

    Digital Library of Intellectual Production of Universidade de São Paulo     2012 - 2020