Exportar registro bibliográfico

Estrutura populacional e biologia reprodutiva de Macrobrachium amazonicum (Heller, 1862) (Crustacea, Decapoda, Palaemonidae), na bacia hidrográfica do rio Meia Ponte, Bela Vista de Goiás-GO, Brasil (1998)

  • Authors:
  • USP affiliated authors: PORTO, LUIZ AUGUSTO DA COSTA - IB
  • Unidades: IB
  • Sigla do Departamento: BIZ
  • Subjects: ZOOLOGIA
  • Language: Português
  • Abstract: O presente trabalho aborda o estudo da estrutura populacional e biologia reprodutiva de uma população de Macrobrachium amazonicum de um lago no rio Meia Ponte (Bela Vista de Goiás - GO), com base em material coletado mensalmente entre agosto de 1994 e abril de 1996. De um total de 15.525 exemplares examinados, 7,56% foram considerados jovens, enquanto que 39,47% eram machos e fêmeas, respectivamente. Destas últimas, 78,28% não incubavam ovos e 21,72% eram ovígeras. Houve maior predominância de fêmeas na avaliação geral da população. O sex-ratio geral observado foi de 1 macho para 1,36 fêmeas. As fêmeas atingiram maior tamanho que os machos. O comprimento da carapaça (CC) dos maiores exemplares de fêmeas e machos capturados foram 13,2mm e 8,87mm, respectivamente. As maiores freqüências relativas quanto ao tamanho ocorreram em fêmeas com CC entre 5,80mm e 8,00mm e nos machos com CC entre 3,60mm e 6,90mm. Fêmeas ovigeras estiveram presentes em todas as coletas mensais, evidenciando um padrão reprodutivo contínuo para esta população estudada. Maiores intensidades (picos) de reprodução foram observados na primavera e no final do verão/início do outono. O tamanho médio da primeira maturação foi estimado em 5,1mm, e a menor fêmea ovigera capturada apresentava CC de 5,32 mm. A fecundidade média foi de 114,57 ovos, (variando entre 6 e 315 ovos) e apresenta relação positiva com o aumento do comprimento da carapaça. O tamanho médio de ovos no início do desenvolvimento embrionáriofoi de 0,66 x 0,83mm e no final da inculação foi de 0,73 x 1,02mm. A flexibilidade reprodutiva desta espécie pode explicar o sucesso na colonização de uma grande variedade de ambientes e també sugere que a espécie encontra-se num processo de adaptação aos ambientes de águas continentais
  • Imprenta:
  • Data da defesa: 04.12.1998

  • How to cite
    A citação é gerada automaticamente e pode não estar totalmente de acordo com as normas

    • ABNT

      PORTO, Luiz Augusto da Costa; BUENO, Sérgio Luiz de Siqueira. Estrutura populacional e biologia reprodutiva de Macrobrachium amazonicum (Heller, 1862) (Crustacea, Decapoda, Palaemonidae), na bacia hidrográfica do rio Meia Ponte, Bela Vista de Goiás-GO, Brasil. 1998.Universidade de São Paulo, São Paulo, 1998.
    • APA

      Porto, L. A. da C., & Bueno, S. L. de S. (1998). Estrutura populacional e biologia reprodutiva de Macrobrachium amazonicum (Heller, 1862) (Crustacea, Decapoda, Palaemonidae), na bacia hidrográfica do rio Meia Ponte, Bela Vista de Goiás-GO, Brasil. Universidade de São Paulo, São Paulo.
    • NLM

      Porto LA da C, Bueno SL de S. Estrutura populacional e biologia reprodutiva de Macrobrachium amazonicum (Heller, 1862) (Crustacea, Decapoda, Palaemonidae), na bacia hidrográfica do rio Meia Ponte, Bela Vista de Goiás-GO, Brasil. 1998 ;
    • Vancouver

      Porto LA da C, Bueno SL de S. Estrutura populacional e biologia reprodutiva de Macrobrachium amazonicum (Heller, 1862) (Crustacea, Decapoda, Palaemonidae), na bacia hidrográfica do rio Meia Ponte, Bela Vista de Goiás-GO, Brasil. 1998 ;


Digital Library of Intellectual Production of Universidade de São Paulo     2012 - 2020