Exportar registro bibliográfico

Ideologia de lideranca no esporte: uma visão do ideal próprio dos técnicos e real equipe dos atletas (1996)

  • Autor:
  • Autor USP: SIMOES, ANTONIO CARLOS - EEFE
  • Unidade: EEFE
  • Sigla do Departamento: EFE
  • Subjects: SOCIOLOGIA DO ESPORTE; PSICOLOGIA SOCIAL; COMPORTAMENTO SOCIAL
  • Language: Português
  • Abstract: O estudo teve como principal objetivo identificar o comportamento ideológico de liderança de técnicos de basquetebol, handebol e voleibol do mais alto nível do Brasil, perante 3 dimensões comportamentais do líder: persuasão, constituída ao delinear entre técnicos e atletas; relações interpessoais através do ditamento de um "Ideal próprio" no que diz respeito ao poder pessoal de mando consentido para influenciar, induzir, estimular, manipular e persuadir seus atletas a crer ou aceitar o que os técnicos propõem; tolerância de liberdade de ação, delineada pelos seus diferentes graus, mantida pelos técnicos em relação aos seus atletas; e integração social constituída pelos padrões indicativos de amizade, confiança mútua, canais de comunicação condizentes e métodos de execução de tarefas e relações sociais, no que diz respeito ao que 47 técnicos identificaram como a própria ideologia de liderança e ao que 564 atletas identificaram como comportamento real dos seus técnicos. Os dados foram coletados utilizando o Questionário Descritivo do Comportamento do Líder = "LBDQ"- form XII da The Ohio State University, EUA.. A forma pela qual os atletas descreveram o comportamento ideológico de liderança dos técnicos foi designada "LBDQ-Real equipe". O mesmo instrumento para avaliar a própria ideologia dos técnicos foi designada "LBDQ-Ideal próprio". Os resultados indicaram que as dimensões persuasão, tolerância de liberdade de ação e integração social são variáveis fundamentais do comportamento ideológico de liderança dos técnicos de basquetebol, handebol e voleibol, e que o Questionário Descritivo do Comportamento do Líder = "LBDQ" oferece de fato uma técnica eficiente e prática para identificar o "Ideal próprio" dos técnicos nestas três dimensões. (Continua)(Continuação) Concluiu-se que existe associação entre as dimensões persuasão, tolerância de liberdade de ação e integração social no comportamento ideológico de liderança dos técnicos tanto através do "LBDQ-Real equipe" quanto através do "LBDQ- Ideal próprio" dos técnicos quando analisados no conjunto e dentro de cada uma das modalidades. Técnicos e atletas, dentro das equipes de basquetebol, handebol e voleibol inclinam-se a avaliar que existe apenas uma ligeira diferença perceptiva entre a forma como os técnicos descreveram suas próprias ideologias de liderança e a forma pela qual os atletas identificaram o comportamento dos seus técnicos em relação às dimensões persuasão, tolerância de liberdade de ação e integração social. Identificou-se que o "LBDQ-Ideal próprio" dos técnicos e o "LBDQ-Real equipe" dos atletas, quando analisados no conjunto e dentro das modalidades de basquetebol, handebol e voleibol, caracterizam um Modelo Tridimensional delineado pelas dimensões persuasão, tolerância de liberdade de ação e integração social. Os técnicos identificaram suas próprias ideologias como associadas a um comportamento de liderança com graus mais elevados em torno da integração social; os de basquetebol e voleibol identificaram-nas com estilos de liderança que atinge seus objetivos através de um "Ideal próprio" sustentado pela integração social das equipes e os de handebol através de um posicionamento filosófico sustentado pela integração social, seguido da persuasão e tolerância de liberdade de ação. (Continua)(Continuação) Concluiu-se, também, que a percepção dos atletas sobre o "Ideal próprio" dos seus técnicos, indicaram que os técnicos e basquetebol têm suas ideologias de liderança relacionadas com o posicionamento em integração social, com possíveis predições da persuasão ser um dos seus principais atributos pessoais; os técnicos de handebol, relacionados com um posicionamento que sugere um estilo de liderança sustentado pela integração social, mas, com a indicação de uma possível predição a tolerância de liberdade de ação. Porém, os técnicos de voleibol estão relacionados, significativamente, com o posicionamento em integração social, mas, elementos substanciais estariam acumulados para uma possível predição ao uso da persuasão e da tolerância de liberdade de ação como ações de um estilo de liderança integrativo, variando do estilo democrático ao autoritário
  • Imprenta:
  • Data da defesa: 14.08.1996

  • How to cite
    A citação é gerada automaticamente e pode não estar totalmente de acordo com as normas

    • ABNT

      SIMÕES, Antonio Carlos. Ideologia de lideranca no esporte: uma visão do ideal próprio dos técnicos e real equipe dos atletas. 1996.Universidade de São Paulo, São Paulo, 1996.
    • APA

      Simões, A. C. (1996). Ideologia de lideranca no esporte: uma visão do ideal próprio dos técnicos e real equipe dos atletas. Universidade de São Paulo, São Paulo.
    • NLM

      Simões AC. Ideologia de lideranca no esporte: uma visão do ideal próprio dos técnicos e real equipe dos atletas. 1996 ;
    • Vancouver

      Simões AC. Ideologia de lideranca no esporte: uma visão do ideal próprio dos técnicos e real equipe dos atletas. 1996 ;


Digital Library of Intellectual Production of Universidade de São Paulo     2012 - 2021