Exportar registro bibliográfico

Significando a vivência do casal em crise por ter um filho cardiopata: desmoronamento ou construção de um castelo? (1998)

  • Authors:
  • Autor USP: HORTA, ANA LUCIA DE MORAES - ENFERM
  • Unidade: ENFERM
  • Sigla do Departamento: ENP
  • Subjects: CARDIOPATIAS CONGENITAS; ENFERMAGEM PEDIÁTRICA
  • Language: Português
  • Abstract: Este estudo teve como objetivo identificar o significado para o casal de ter um filho com cardiopatia congênita cianogênica. Trata-se de uma pesquisa qualitativa, fundamentada no estudo de casos, apresentando quatro casais. Foram realizados cinco contatos, o primeiro para convidá-los a participar, três entrevistas no ambiente hospitalar, logo após a confirmação do diagnóstico e internação para intervenção cirúrgica e uma entrevista no domicílio, após um mês de alta hospitalar. Utilizou-se de um roteiro temático que orientou a coleta dos dados nas entrevistas contendo seis etapas: formação do casal, gravidez, influência da família de origem de cada um do casal, nascimento do filho antes de saberem da cardiopatia, após o diagnóstico de cardiopatia e expectativas de como seria quando voltassem para casa assim como o que realmente aconteceu. Para facilitar a manifestação de conteúdos inconscientes dos sujeitos utilizou-se de Técnica de Escultura Adaptada para blocos de madeira, onde cada bloco representava uma pessoa e facilitava a percepção da dinâmica e da estrutura familiar. Esta técnica estimulou a expressão do casal na mesma direção do roteiro temático. Para garantir uma abordagem sistêmica, utilizou-se da técnica de tomada de papel após a montagem das esculturas e de questionamentos circulares e reflexivos no desenvolvimento das entrevistas. Os casos foram apresentados um por vez, mantendo o caráter singular de cada um em relação aos temas e esculturas sugeridas comoroteiro. A representação social desses casais sobre o coração sadio e doente expressa a questão da VIDA, tanto no aspecto afetivo como orgânico e que se constitui no centro de toda estrutura que permeou a experiência desses casais que passaram por essa situação e que os levou a um processo de reorganização de suas vidas sendo influenciadas por vários fatores. A contribuição desse estudo reside não só na representação social à qual chegamos como ) resultado deste trabalho mas também de suas implicações para a prática do enfermeiro, como uma forma de atendimento e intervenção à família
  • Imprenta:
  • Data da defesa: 28.09.1998

  • How to cite
    A citação é gerada automaticamente e pode não estar totalmente de acordo com as normas

    • ABNT

      HORTA, Ana Lucia de Moraes; FUREGATO, Antonia Regina Ferreira; SEIXAS, Maria Rita D'Angelo. Significando a vivência do casal em crise por ter um filho cardiopata: desmoronamento ou construção de um castelo?. 1998.Universidade de São Paulo, São Paulo, 1998.
    • APA

      Horta, A. L. de M., Furegato, A. R. F., & Seixas, M. R. D. 'A. (1998). Significando a vivência do casal em crise por ter um filho cardiopata: desmoronamento ou construção de um castelo?. Universidade de São Paulo, São Paulo.
    • NLM

      Horta AL de M, Furegato ARF, Seixas MRD'A. Significando a vivência do casal em crise por ter um filho cardiopata: desmoronamento ou construção de um castelo? 1998 ;
    • Vancouver

      Horta AL de M, Furegato ARF, Seixas MRD'A. Significando a vivência do casal em crise por ter um filho cardiopata: desmoronamento ou construção de um castelo? 1998 ;


Digital Library of Intellectual Production of Universidade de São Paulo     2012 - 2021