Exportar registro bibliográfico

Deficiência física adquirida por lesão medular traumática: estudo da auto-imagem (1998)

  • Authors:
  • USP affiliated authors: SCHERB, ELIANE MARGARET VON KUTZLEBEN - IP
  • Unidades: IP
  • Sigla do Departamento: PSC
  • Subjects: DEFICIENTE FÍSICO; FERIMENTOS E LESÕES; PERCEPÇÃO (PSICOLOGIA); PSICOLOGIA CLÍNICA
  • Language: Português
  • Abstract: O objetivo deste trabalho foi o de investigar determinados aspectos psico-sociais envolvidos na deficiência física adquirida por traumatismo na medula espinhal, através do estudo da auto-imagem. Para atingir este objetivo, foi utilizado um questionário, que procurou levantar aspectos associados à auto-imagem em geral e o Desenho da Figura Humana de Karen Machover (para levantar aspectos associados à imagem corporal). Dados quantitativos e qualitativos foram levantados a partir de entrevistas junto a 30 pessoas do sexo masculino, com idades de 20 a 45 anos, clientes e ex-clientes de um tradicional centro de reabilitação em São Paulo, portadores de lesão medular de origem traumática (por acidentes de automóvel/motocicleta, por armas de fogo, armas brancas, quedas, etc.) nos segmentos Torácico 1 a Torácico 12 da medula espinhal (a compromoter total ou parcialmente a sensibilidade e o movimentos dos membros inferiores). As variáveis tempo de lesão e trabalho regular/ocupação foram consideradas para possibilitar algumas comparações intra-amostrais. Os resultados apontam, não para dados conclusivos para o grupo como um todo, quanto aos aspectos psicológicos e às reações perante a aquisição de uma deficiência física, uma vez que são heterogêneas as características de personalidade dos entrevistados. Enfocando-se os aspectos comuns à população estudada, é possível observar a influência maior de fatores sociais, do que orgânicos, na percepção da própria deficiência eda auto-imagem: em especial, a pobreza e a baixa escolarização que caracterizam a maior parte dos entrevistados: o papel das dificuldades já conhecidas de inserção do deficiente físico no mercado de trabalho; o sentimento de desorientação experimentado perante as diferentes expectativas sociais (reais e imaginárias), transmitidas pelo meio cultural, familiar, institucional, profissional, etc.. Tais fatores parecem contribuir... ) para a ocorrência de distorções e dificuldades quanto ao processo de reestruturação da imagem corporal e da auto-imagem. Problemas, em sua maior parte não plenamente conscientes, relativos à sexualidade e à identidade sexual mostram-se bastante marcantes na auto-percepção dessas pessoas, apontando para a necessidade de orientação ou acompanhamento profissional mais direcionado às necessidades específicas dessa população. Considerações são feitas no sentido de se ampliar a compreensão das necessidades emocionais e sociais dos portadores de deficiência física, do ponto de vista profissional e institucional
  • Imprenta:
  • Data da defesa: 25.05.1998

  • How to cite
    A citação é gerada automaticamente e pode não estar totalmente de acordo com as normas

    • ABNT

      SCHERB, Eliane; KOLCK, Odette Lourenção van. Deficiência física adquirida por lesão medular traumática: estudo da auto-imagem. 1998.Universidade de São Paulo, São Paulo, 1998.
    • APA

      Scherb, E., & Kolck, O. L. van. (1998). Deficiência física adquirida por lesão medular traumática: estudo da auto-imagem. Universidade de São Paulo, São Paulo.
    • NLM

      Scherb E, Kolck OL van. Deficiência física adquirida por lesão medular traumática: estudo da auto-imagem. 1998 ;
    • Vancouver

      Scherb E, Kolck OL van. Deficiência física adquirida por lesão medular traumática: estudo da auto-imagem. 1998 ;

    Últimas obras dos mesmos autores vinculados com a USP cadastradas na BDPI:

    Digital Library of Intellectual Production of Universidade de São Paulo     2012 - 2020