Exportar registro bibliográfico

Ressonância magnética do osso temporal em pacientes portadores da Doença de Ménière (1998)

  • Authors:
  • USP affiliated authors: LORENZI, MARIA CECILIA - FM
  • Unidades: FM
  • Sigla do Departamento: MOF
  • Subjects: OTORRINOLARINGOLOGIA
  • Language: Português
  • Abstract: Para estudar o aspecto do osso temporal e do Ducto Endolinfático (estrutura chave na patogênese da Doença de Ménière) foram realizados exames por Ressonância Magnética em 12 portadoras de doença unilateral e em 9 com doença bilateral, comparando-se com 30 exames de orelhas normais. Verificou-se que o Ducto Endolifático é estatisticamente menos visível em pacientes portadores da doença, não havendo diferença entre os lados sintomático e assintomático no caso de doença unilateral. Não se encontrou relação entre índice de visibilização do Ducto Endolifático e tempo de evolução ou resposta ao tratamento clínico
  • Imprenta:
  • Data da defesa: 20.10.1998

  • How to cite
    A citação é gerada automaticamente e pode não estar totalmente de acordo com as normas

    • ABNT

      LORENZI, Maria Cecília; BENTO, Ricardo Ferreira. Ressonância magnética do osso temporal em pacientes portadores da Doença de Ménière. 1998.Universidade de São Paulo, São Paulo, 1998.
    • APA

      Lorenzi, M. C., & Bento, R. F. (1998). Ressonância magnética do osso temporal em pacientes portadores da Doença de Ménière. Universidade de São Paulo, São Paulo.
    • NLM

      Lorenzi MC, Bento RF. Ressonância magnética do osso temporal em pacientes portadores da Doença de Ménière. 1998 ;
    • Vancouver

      Lorenzi MC, Bento RF. Ressonância magnética do osso temporal em pacientes portadores da Doença de Ménière. 1998 ;


Digital Library of Intellectual Production of Universidade de São Paulo     2012 - 2020