Exportar registro bibliográfico

O centro, a avenida Paulista e a avenida Luiz Carlos Berrini na perspectiva de suas associações: centralidade urbana e exclusão social (1998)

  • Authors:
  • Autor USP: FRÚGOLI JUNIOR, HEITOR - FFLCH
  • Unidade: FFLCH
  • Sigla do Departamento: FSL
  • Subjects: SOCIOLOGIA; SOCIOLOGIA URBANA
  • Language: Português
  • Abstract: O objetivo desta tese é analisar como a centralidade da cidade de São Paulo vem sendo articulada, redefinida e negociada por grupos empresariais no período mais recente de sua vida urbana, comparando o contexto social de três espaços significativos: a) o Centro, que sofreu historicamente uma série de modificações, deteriorando-se e passando atualmente por processos parciais de renovação urbana, visto como espaço estratégico da vida metropolitana na ótica da Associação Viva o Centro: b) a Avenida Paulista, uma espécie de desdobramento ampliado do centro tradicional sob a hegemonia do capital financeiro a partir dos anos 70, considerada a partir de 1990 o "símbolo da cidade", e cujo processo de deterioração urbana nos anos 90 levou à criação da Associação Paulista Viva; c) a Avenida Eng. Luiz Carlos Berrini, representativa de uma tendência, a partir dos anos 80, de concentraçào de sedes de empresas do setor terciário em São Paulo, com papel decisivo desempenhado pela empresa Bratke-Collet nessa estruturação, em cuja região se deu, em meados dos anos 90, a organização de um pool de empresários da região para a remoção de favelados de uma área das proximidades, durante a construção da Avenida Águas Espraiadas. Os intuitos centrais do presente trabalho são, portanto, desvendar: a) quais são e como se organizam hoje os principais grupos e instituições privadas, dentro do processo de competição para que o pólo onde estão situadas seja o preferido para apermanência, relocalização ou abertura de novas empresas do setor terciário; b)como tais organizações se articulam ou pressionam o poder público, visando obter benefícios na criação de infra-estrutura de equipamentos urbanos, num momento de crise do mesmo, que passa por restrições e dificuldades cada vez maiores para dar conta dessas demandas;c)quais são os grupos sociais mais atingidos por esse jogo de interesses,na medida em que tal dinâmica atende a conveniências de um leque de atores sociais em detrimento de outros, levando a novas segmentações e fragmentações do espaço, contrárias, por conseguinte, a uma utilizaçào marcadamente diversificada do espaço público
  • Imprenta:
  • Data da defesa: 20.08.1998

  • How to cite
    A citação é gerada automaticamente e pode não estar totalmente de acordo com as normas

    • ABNT

      FRÚGOLI JÚNIOR, Heitor; ARRUDA, Maria Arminda do Nascimento. O centro, a avenida Paulista e a avenida Luiz Carlos Berrini na perspectiva de suas associações: centralidade urbana e exclusão social. 1998.Universidade de São Paulo, São Paulo, 1998.
    • APA

      Frúgoli Júnior, H., & Arruda, M. A. do N. (1998). O centro, a avenida Paulista e a avenida Luiz Carlos Berrini na perspectiva de suas associações: centralidade urbana e exclusão social. Universidade de São Paulo, São Paulo.
    • NLM

      Frúgoli Júnior H, Arruda MA do N. O centro, a avenida Paulista e a avenida Luiz Carlos Berrini na perspectiva de suas associações: centralidade urbana e exclusão social. 1998 ;
    • Vancouver

      Frúgoli Júnior H, Arruda MA do N. O centro, a avenida Paulista e a avenida Luiz Carlos Berrini na perspectiva de suas associações: centralidade urbana e exclusão social. 1998 ;


Digital Library of Intellectual Production of Universidade de São Paulo     2012 - 2021