Exportar registro bibliográfico

Estudo da homocist(e)inemia e da resistência à proteína C ativada em pacientes obesas (1998)

  • Authors:
  • Autor USP: MATTAR JÚNIOR, JORGE - FM
  • Unidade: FM
  • Sigla do Departamento: MCM
  • Assunto: ENDOCRINOLOGIA
  • Language: Português
  • Abstract: A obesidade é considerada fator de risco cardiovascular. Este estudo avaliou o teste da Resistência à proteína C ativa (RPCa) e os níveis plasmáticos de homocist(e)ina (Hcy) em mulheres obesas e não obesas. Não houve diferença entre os grupos quanto à Hcy, mas houve quanto à RPCa (p=0,049); em 8 obesas e 1 não obesa o teste foi positivo. Os odds ratio ajustado por idade foi 8,35 (IC95% 0,91-77,1). No subgrupo com RPCa os níveis de PAI-1 eram mais elevados sugerindo tendência de associação entre PAI-1 e RPCa (p=0,62). Para explicar esses dados foram aventadas duas hipóteses: uma de caráter genético e outra metabólica
  • Imprenta:
  • Data da defesa: 14.05.1998

  • How to cite
    A citação é gerada automaticamente e pode não estar totalmente de acordo com as normas

    • ABNT

      MATTAR JÚNIOR, Jorge; HALPERN, Alfredo. Estudo da homocist(e)inemia e da resistência à proteína C ativada em pacientes obesas. 1998.Universidade de São Paulo, São Paulo, 1998.
    • APA

      Mattar Júnior, J., & Halpern, A. (1998). Estudo da homocist(e)inemia e da resistência à proteína C ativada em pacientes obesas. Universidade de São Paulo, São Paulo.
    • NLM

      Mattar Júnior J, Halpern A. Estudo da homocist(e)inemia e da resistência à proteína C ativada em pacientes obesas. 1998 ;
    • Vancouver

      Mattar Júnior J, Halpern A. Estudo da homocist(e)inemia e da resistência à proteína C ativada em pacientes obesas. 1998 ;

    Últimas obras dos mesmos autores vinculados com a USP cadastradas na BDPI:

Digital Library of Intellectual Production of Universidade de São Paulo     2012 - 2021