Exportar registro bibliográfico

Estudo filogenético da família Achiridae (Teleostei : Pleuronectiformes : Pleuronectoidei), com a revisão das formas de água doce da América do Sul Cis-Andina e a reavaliação do monofiletismo de soleomorpha (Soleoidei) (1998)

  • Authors:
  • USP affiliated authors: RAMOS, ROBSON TAMAR DA COSTA - IB
  • Unidades: IB
  • Sigla do Departamento: BIZ
  • Subjects: ZOOLOGIA
  • Language: Português
  • Abstract: Foi feita uma análise filogenética da família Achiridae com base no método cladístico utilizando 76 caracteres morfológicos. Foram incluídos como terminais do grupo interno as espécies tipo de cada gênero, com exceção de Apionichthys, representado pelas oito espécies reconhecidas após a revisão sistemática do grupo realizada no presente trabalho. Em Achiridae, a análise resultou em dois cladogramas que divergiram apenas quanto a posição de Apionichthys asphyxiatus. Oito novos caracteres exclusivos de Achiridae foram detectados, corroborando a hipótese de monofiletismo da família, proposta por Chapleau & Keast (1988). De acordo com o esquema filogenético obtido, Hypoclinemus é o gênero mais basal da família, e presença de dentes no pré-maxilar e dentário ao lado portador dos olhos é o caráter que separa Hypoclinemus dos demais Achiridae. Catathyridium é grupo-irmão do clado Achirus + [Trinectes + [Gymnachirus + Apionichthys], que compartilham dois caracteres exclusivos. O clado Trinectes + [Gymnachirus + Apionichthys] é sustentado por uma única sinapomorfia. O clado Gymnachirus + Apionichthys é sustentado por sete caracteres exclusivos. Não foi detectado nenhum caráter autapomórfico de Hypoclinemus. Catathyridium foi considerado monofilético com base em uma sinapomorfia, Achirus, três, Trinectes, duas, Gymnachirus, sete e Apionichthys onxe. A análise filogenética de Apionichthys revelou a seguinte hipótese de história evolutiva: A. finis é a espécie irmã do cladoA. nattereri + A. asphyxiatus + [ Apionichthys sp. n. 2 + [Apionichthys sp. n.1 + [Apionichthys sp. n. 3 + [Apionichthys sp. n. 4 + A. dumerili], sustentado por 8 sinapomorfias. Neste último, o seguinte número de sinapomorfias sustenta cada clado: Apionichthys sp. 2 + [Apionichthys sp. n. 1 + [Apionichthys sp. n.3 + [Apionichthys sp. n. 4 + A. dumerili], duas sinapomorfias; Apionichthys sp. n. 1 + [Apionichthys sp. n. 3 + [Apionichthys sp. n. 4 + A. ) dumerili], cada clado com três sinapomorfias. A análise revelou a existência de dois caracteres sinapomórficos adicionais do clado Samaridae + Soleomorpha (antiga "Soleoidei") e quinze caracteres adicionais de Soleomorpha. Estes clados foram propostos por Chapleau (1993) com base, respectivamente, em cinco e três sinapomorfias. A revisão das espécies sul-americanas cis-andinas da família Achiridae incluiu três gêneros e a reavaliação da identidade de Achirus novoae Cervigón, 1982, uma espécie de água doce considerada de validade duvidosa. Os gêneros Achiropsis Steindachner, 1876, Soleonasus Eigenmann, 1912 e Pnictes Jordan, 1918, até então considerados válidos, são aqui tratados como sinônimos juniors Apionichthys Kaup (1858). Oito espécies são reconhecidas, três sob nova combinação e quatro novas: Apionichthys finis Eigenmann (1912) comb.nov., dos rios Essequibo, alto e médio Amazonas; Apionichthys nattereri (Steindachner, 1876) comb. nov., bacia do Amazonas; Apionichthys asphyxiatus (Jordan & Gross 1889)comb. nov., dos rios Araguaia (ocorrência incerta) e Madeira, bacia do Amazonas; Apionichthys sp. n. 1, alto e baixo Amazonas, Apionichthys sp. n. 2, rios Napo e Negro, bacia do Amazonas e rio Caura, Bacia do Orinoco; Apionichthys sp. n. 3, rios Aguarico, Juruá e Amazonas, bacia do Amazonas; Apionichthys sp. n. 4, rio Metica e rio Guárico, bacia do Orinoco; Apionichthys dumerili Kaup (1858), ocorrendo em áreas estuarinas do rios Orinoco, Corantjin, Amazonas e Grajaú e em áreas marinhas sob influência destes rios. Achiropsis normani Chabanaud (1928) é sinônimo júnior de Apionichthys nattereri Steindachner (1876) comb. nov. Catathyridium Chabanaud, 1928 é monofilético e três espécies foram reconhecidas: Catathyridium garmani (Jordan in Jordan & Gross, 1889), de áreas estuarinas e marinhas costeiras do sudeste do Brasil, Uruguai e Lagoa dos Patos; Catathyridium lorentzii (Weynbergh, 1895), rios ) Paraguai e Uruguai; Catathridium jenynsi (guinther, 1862), rios Paraguai/Paraná e Uruguai. Catathyridium grandirivi Chabanaud, 1928, descrita do "Rio Grande do Sul e Mar Pequena", é sinônimo júnior de Catathyridium garmani (Jordan in Jordan & Grossd, 1889); Hypoclinemus paraguayensis Chabanaud, 1928, descrita do rio Paraguai, é sinônimo júnior de Catathyridium lorentzii (weynbergh, 1895); Achirus trichospilus Berg, 1895, descrito da Províndia Entre-Rios, Argentina e río Negro, Uruguai, é sinônimo júnior de Catathyridium jenynsi (Günther, 1862). Hypoclinemus Chabanaud, 1928é monotípico. Hypoclinemus mentalis Chabanaud, 1928, das bacias, das bacias do Amazonas, Orinoco e Essequibo. São apresentadas chaves de identificação dos gêneros e das espécies dos gêneros revisados
  • Imprenta:
  • Data da defesa: 25.06.1998

  • How to cite
    A citação é gerada automaticamente e pode não estar totalmente de acordo com as normas

    • ABNT

      RAMOS, Robson Tamar da Costa; MENEZES, Naércio A. Estudo filogenético da família Achiridae (Teleostei : Pleuronectiformes : Pleuronectoidei), com a revisão das formas de água doce da América do Sul Cis-Andina e a reavaliação do monofiletismo de soleomorpha (Soleoidei). 1998.Universidade de São Paulo, São Paulo, 1998.
    • APA

      Ramos, R. T. da C., & Menezes, N. A. (1998). Estudo filogenético da família Achiridae (Teleostei : Pleuronectiformes : Pleuronectoidei), com a revisão das formas de água doce da América do Sul Cis-Andina e a reavaliação do monofiletismo de soleomorpha (Soleoidei). Universidade de São Paulo, São Paulo.
    • NLM

      Ramos RT da C, Menezes NA. Estudo filogenético da família Achiridae (Teleostei : Pleuronectiformes : Pleuronectoidei), com a revisão das formas de água doce da América do Sul Cis-Andina e a reavaliação do monofiletismo de soleomorpha (Soleoidei). 1998 ;
    • Vancouver

      Ramos RT da C, Menezes NA. Estudo filogenético da família Achiridae (Teleostei : Pleuronectiformes : Pleuronectoidei), com a revisão das formas de água doce da América do Sul Cis-Andina e a reavaliação do monofiletismo de soleomorpha (Soleoidei). 1998 ;

    Últimas obras dos mesmos autores vinculados com a USP cadastradas na BDPI:

    Digital Library of Intellectual Production of Universidade de São Paulo     2012 - 2020