Exportar registro bibliográfico

Caracterização química e espectroscópica de substâncias húmicas de solos submetidos à adição de lodo de esgoto (1998)

  • Authors:
  • USP affiliated author: MARQUES, JULIANA DA CUNHA - IQSC
  • School: IQSC
  • Sigla do Departamento: SD
  • Subjects: QUÍMICA AMBIENTAL; ESPECTROSCOPIA
  • Language: Português
  • Abstract: A reciclagem de efluentes industriais visando seu reaproveitamento é, do ponto de vista ambiental, extremamente estratégica. Uma alternativa para o processo de reciclagem de resíduos orgânicos, como laod de esgoto, é a utilização na agricultura, uma vez que, na maioria dos casos, são fonte de matéria orgânica e nutrientes para solos e plantas. Entretanto, podem ser veiculados de metais pesados e compostos orgânicos indesejáveis. Sendo assim, um estudo minucioso acerca da presença, mobilidade e atividade destes elementos deve ser desenvolvido para que não venha a ocorrer contaminação do solo, da água ou de alimentos. Este trabalho visa estudar as alterações nas frações da matéria orgânica de um latossolo vermelho escuro distrófico, textura média, resultante do tratamento com lodo de esgoto e da adição de crômio. Os solos foram obtidos na Fazenda Experimental da Faculdade de Ciências Agronômicas e Veterinárias da UNESP/Jaboticabal e o lodo aplicado proveniente da SABESP de Suzano/SP. Os ácidos húmicos (AH) extraídos do solo foram caracterizados pro medidas químicas (análise elementar e acidez) e espectroscópicas (EPR, FTIR, UV-Vis e absorção atômica). Os dados apresentados indicam que a aplicação de lodo causou alterações na matéria orgânica do solo, como aumento nos teores de C, H, N e diminuição das razões atômicas C/N, O/C, da acidez carboxílica e do conteúdo de O. Os experimentos de EPR indicaram existência de complexos de AH com íons metálicosparamagnéticos 'Cu POT.+2' e 'Fe POT.+3' e, pela determinação do nível de radicais livres semiquinona, aumento do grau de humificação em AH de solos submetidos à aplicação de lodo de esgoto. Os espectros de FTIR apresentaram alterações nas bandas referentes aos grupos carboxílicos/carboxilatos indicando possível complexação com metais. A capacidade do ácido húmico em complexar o metal crômio foi constatada por medidas quantitativas de absorção atômica, onde ) observou-se, após a adição do lodo de esgoto, aumento muito maior na camada superficial 0-5 cm em comparação à profundidade 5-20 cm
  • Imprenta:
  • Data da defesa: 02.07.1998

  • How to cite
    A citação é gerada automaticamente e pode não estar totalmente de acordo com as normas

    • ABNT

      MARQUES, Juliana da Cunha; MARTIN NETO, Ladislau. Caracterização química e espectroscópica de substâncias húmicas de solos submetidos à adição de lodo de esgoto. 1998.Universidade de São Paulo, São Carlos, 1998.
    • APA

      Marques, J. da C., & Martin Neto, L. (1998). Caracterização química e espectroscópica de substâncias húmicas de solos submetidos à adição de lodo de esgoto. Universidade de São Paulo, São Carlos.
    • NLM

      Marques J da C, Martin Neto L. Caracterização química e espectroscópica de substâncias húmicas de solos submetidos à adição de lodo de esgoto. 1998 ;
    • Vancouver

      Marques J da C, Martin Neto L. Caracterização química e espectroscópica de substâncias húmicas de solos submetidos à adição de lodo de esgoto. 1998 ;

    Últimas obras dos mesmos autores vinculados com a USP cadastradas na BDPI:

    Digital Library of Intellectual Production of Universidade de São Paulo     2012 - 2022