Exportar registro bibliográfico

Utilização da levedura desidratada como fonte de proteína para suínos em crescimento e terminação (1998)

  • Authors:
  • Autor USP: MOREIRA, JOSÉ APARECIDO - ESALQ
  • Unidade: ESALQ
  • Sigla do Departamento: LZT
  • Subjects: LEVEDURAS; NUTRIÇÃO ANIMAL; SUINOCULTURA
  • Language: Português
  • Abstract: O presente estudo foi conduzido para avaliar o efeito da incorporação de níveis crescentes da levedura desidratada (0,0, 3,5, 7,0, 10,5, 14,0 e 17,5%), processada pelo método "spray dry', sobre a performance e características de carcaça de suínosem crescimento e terminação. Foram utilizados 78 leitões mestiços, sendo 36 machos castrados e 42 fêmeas, distribuídos num delineamento em blocos casualizados, de acordo com sexo, peso e grupo genético. As rações experimentais isoprotéicas(17,5e 15,5% PB) e isocalóricas (3251 e 3274 kcal de energia digestível) e a água, foram oferecidas à vontade aos animais durante o período experimental. Os animais e as rações foram pesados a cada 14 dias, para se obterem os dados de consumo diáriode ração (CDR), ganho de peso (GDP) e conversão alimentar (CA). No final do experimento, os animais foram abatidos, para avaliar os seguintes parâmetros: rendimento e comprimento de carcaça, percentagem de pernil, espessura de toucinho, área doolho de lombo e relação gordura/carne. Os níveis da levedura desidratada não afetaram o CDR, mas foi observado um efeito linear depressivo sobre o GDP, nos períodos de crescimento (GDP = 1,008314 - 0,003556X; 'R POt. 2' = 0,70), terminação (GDP= 1,085638 - 0,005197X; 'R POT.2'= 0,68) e período total (GDP = 1,04352 - 0,004067X; 'R POT.2'= 0,54); assim como para CA, nas fases de crescimento (CA = 2,323429 + 0,0113780X; 'R POT. 2'= 0,89) e período total (CA = 2,614667 + 0,009029X; 'RPOT.2' = 0,48). As características de carcaça não foram afetadas pelos níveis crescentes da levedura. Embora tenha havido efeito linear depressivo no GDP e na CA com a incorporação da levedura na ração, há evidência de que o nível de 7% podeproporcionar performance e características de carcaça semelhantes àquelas obtidas com dietas baseadas em milho e farelo de soja
  • Imprenta:
  • Data da defesa: 10.06.1998
  • Acesso à fonte
    How to cite
    A citação é gerada automaticamente e pode não estar totalmente de acordo com as normas

    • ABNT

      MOREIRA, José Aparecido; MIYADA, Valdomiro Shigueru. Utilização da levedura desidratada como fonte de proteína para suínos em crescimento e terminação. 1998.Universidade de São Paulo, Piracicaba, 1998. Disponível em: < https://teses.usp.br/teses/disponiveis/11/11139/tde-20191218-134819/ >.
    • APA

      Moreira, J. A., & Miyada, V. S. (1998). Utilização da levedura desidratada como fonte de proteína para suínos em crescimento e terminação. Universidade de São Paulo, Piracicaba. Recuperado de https://teses.usp.br/teses/disponiveis/11/11139/tde-20191218-134819/
    • NLM

      Moreira JA, Miyada VS. Utilização da levedura desidratada como fonte de proteína para suínos em crescimento e terminação [Internet]. 1998 ;Available from: https://teses.usp.br/teses/disponiveis/11/11139/tde-20191218-134819/
    • Vancouver

      Moreira JA, Miyada VS. Utilização da levedura desidratada como fonte de proteína para suínos em crescimento e terminação [Internet]. 1998 ;Available from: https://teses.usp.br/teses/disponiveis/11/11139/tde-20191218-134819/


Digital Library of Intellectual Production of Universidade de São Paulo     2012 - 2021