Exportar registro bibliográfico

Água subterrânea em Joinville-SC: avaliação hidrogeológica do aquífero Fraturado (1997)

  • Authors:
  • Autor USP: BAGGIO, SÉRGIO BENJAMIN - IGC
  • Unidade: IGC
  • Sigla do Departamento: GGE
  • Subjects: ÁGUAS SUBTERRÂNEAS; AQUÍFERO FRATURADO
  • Language: Português
  • Abstract: nova alternativa complementar ao recurso hídrico superficial. É estrategicamente a maior reserva de água potável da cidade e representa uma excelente opção, haja visto que seus mananciais encontram-se relativamente melhor protegidos dos efeitos da poluição. Por estas características poderá ser a futura fonte complementar de água para a coletividade Joinvilense, se forem mantidas as atuais condições de proteção das suas áreas de recargaAs águas subterrâneas são nossas reservas mais importantes e representam 97% da água doce disponível no mundo. Joinville é uma cidade em que a precipitação pluviométrica é uma das mais altas do País, em torno de 2000 mm/ano. A média anual de ocorrência de chuvas está em torno de 200 dias. Apesar deste aporte hídrico, a distribuição de água apresenta sérios problemas, e o racionamento ou a falta de água, ainda é uma constante no dia a dia dos habitantes da cidade de Joinville. Na região as águas subterrâneas estão acumuladas no Aqüífero Fraturado, representado geologicamente por Rochas do Escudo Catarinense, onde o manto de intemperismo atinge em média 40 m de espessura. Este aqüífero está compartimentado em duas direções principais N30-40E e N20-30W. A produtividade dos poços bem locados está em torno de 10 metros cúbicos por hora. A recarga da água estocada no aqüífero fraturado atualmente alcança aproximadamente 31 milhões de 'm POT.3' por ano. A exploração atual de água subterrânea atinge aproximadamente 3 milhões de metros cúbicos por ano o que representa 10% da recarga. Para a Bacia do Rio Cubatão a recarga estimada chega a 325 milhões de metros cúbicos de água por ano. Com relação à qualidade da água, as análises realizadas pelo Instituto Tecnológico do Paraná - TECPAR, mostram que as águas subterrâneas de Joinville podem ser localmente definidas como águas alcalinas bicarbonatadas, e ainda não existem problemas de contaminação sanitária. Este aqüífero é uma
  • Imprenta:
  • Data da defesa: 05.11.1997
  • Acesso à fonte
    How to cite
    A citação é gerada automaticamente e pode não estar totalmente de acordo com as normas

    • ABNT

      BAGGIO, Sérgio Benjamin; REBOUÇAS, Aldo C. Água subterrânea em Joinville-SC: avaliação hidrogeológica do aquífero Fraturado. 1997.Universidade de São Paulo, São Paulo, 1997. Disponível em: < http://www.teses.usp.br/teses/disponiveis/44/44133/tde-26092014-161652/pt-br.php >.
    • APA

      Baggio, S. B., & Rebouças, A. C. (1997). Água subterrânea em Joinville-SC: avaliação hidrogeológica do aquífero Fraturado. Universidade de São Paulo, São Paulo. Recuperado de http://www.teses.usp.br/teses/disponiveis/44/44133/tde-26092014-161652/pt-br.php
    • NLM

      Baggio SB, Rebouças AC. Água subterrânea em Joinville-SC: avaliação hidrogeológica do aquífero Fraturado [Internet]. 1997 ;Available from: http://www.teses.usp.br/teses/disponiveis/44/44133/tde-26092014-161652/pt-br.php
    • Vancouver

      Baggio SB, Rebouças AC. Água subterrânea em Joinville-SC: avaliação hidrogeológica do aquífero Fraturado [Internet]. 1997 ;Available from: http://www.teses.usp.br/teses/disponiveis/44/44133/tde-26092014-161652/pt-br.php

    Últimas obras dos mesmos autores vinculados com a USP cadastradas na BDPI:

    Digital Library of Intellectual Production of Universidade de São Paulo     2012 - 2021