Exportar registro bibliográfico

Construção de vetores para a produção de insulina humana em Saccharomyces cerevisiae (1997)

  • Authors:
  • Autor USP: LONGO, ADRIANA BERETTA - BIOTECNOL
  • Unidade: BIOTECNOL
  • Sigla do Departamento: BMM
  • Assunto: BIOTECNOLOGIA
  • Language: Português
  • Abstract: Produzida pelo pâncreas, a insulina é um hormônio cuja falta relativa ou absoluta no organismo gera uma série de alterações metabólicas, o diabetes. Se não for controlada, esta doença reduz em 30% a vida dos pacientes, que atualmente ultrapassam150 milhões em todo o mundo. Contudo, o tratamento é simples, resumindo à manutenção de dieta, exercícios físicos e ao uso de medicamentos, hipoglicemiantes ou insulina. A produção de insulina no Brasil ocorre pela extração de pâncreas animal eposterior modificação, um processo limitado pela oferta de matéria-prima e de complexas etapas de purificação. Visando a produção de insulina humana por processos biotecnológicos, os genes sintéticos da proinsulina e da mini-proinsulina humanaforma clonados em um vetor de expressão e secreção de Saccharomyces cerevisiae. A seqüência codificadora da proinsulina empregada é equivalente à sintetizada pelo pâncreas humano cujo peptídeo C contém 35 aminoácidos, sendo que a damini-proinsulina apresenta este peptídeo reduzido a apenas 10 aminoácidos. Cada gene foi inserido sob o comando do promotor da desodrogenase alcoólica (ADH2) de levedura, um promotor forte reprimido pela glicose; na forma de uma fusão gênica coma seqüência codificadora do peptídeo-sinal do feromônio alfa, para garantir a secreção do produto heterólogo. Os plasmídios bifuncionais recombinantes de alto número de cópias foram inicialmente amplificados em E.coli para depois seremempregados paratransformação genética de S.cerevisiae. Por meio de testes ELISA com o uso de anticorpo monoclonal anti-insulina humana, foi verificada a produção e secreção da insulina por vários clones recombinantes. Os que apresentarammelhores resultados foram selecionados para a análise de diferentes condições de cultivo, variando-se parâmetros, tais como: meio de cultura, tempo e temperatura de incubação, aeração e condições do inóculo inicial. O rendimento atingido após asetapas ) de otimização foi de 500ng/ml de cultura e as cepas recombinantes de Saccharomyces cerevisiae foram entregues à Biobrás Bioquímica do Brasil S.A. para a adaptação do cultivo em escalas industriais
  • Imprenta:
  • Data da defesa: 02.06.1997

  • How to cite
    A citação é gerada automaticamente e pode não estar totalmente de acordo com as normas

    • ABNT

      LONGO, Adriana Beretta; VICENTE, Elisabete José. Construção de vetores para a produção de insulina humana em Saccharomyces cerevisiae. 1997.Universidade de São Paulo, São Paulo, 1997.
    • APA

      Longo, A. B., & Vicente, E. J. (1997). Construção de vetores para a produção de insulina humana em Saccharomyces cerevisiae. Universidade de São Paulo, São Paulo.
    • NLM

      Longo AB, Vicente EJ. Construção de vetores para a produção de insulina humana em Saccharomyces cerevisiae. 1997 ;
    • Vancouver

      Longo AB, Vicente EJ. Construção de vetores para a produção de insulina humana em Saccharomyces cerevisiae. 1997 ;

    Últimas obras dos mesmos autores vinculados com a USP cadastradas na BDPI:

    Digital Library of Intellectual Production of Universidade de São Paulo     2012 - 2021