Exportar registro bibliográfico

O movimento antimanicomial e a rede substitutiva em saúde mental: a experiência do município de São Paulo (1989-1992) (1998)

  • Authors:
  • USP affiliated authors: SCARCELLI, IANNI RÉGIA - IP
  • Unidades: IP
  • Sigla do Departamento: PST
  • Subjects: SAÚDE PÚBLICA; PSICOLOGIA SOCIAL; PROFISSIONAIS AUXILIARES EM HOSPITAL; HOSPITAIS; MOVIMENTOS SOCIAIS; REFORMA PSIQUIÁTRICA
  • Language: Português
  • Abstract: O presente trabalho tem por objetivo refletir sobre a atuação/inserção dos trabalhadores em saúde mental na implantação da rede substitutiva de saúde mental do município de São Paulo, entre os anos de 1989 e 1992. A discussão, orientada pelas contribuições da Psicologia Social como descrita por Pichon-Rivière, apoia-se em dados coletados a partir da observação grupos de supervisão clínica/institucional. Estes grupos são parte do Projeto de Formação Permanente em Recursos Humanos na Área de Saúde Mental, resultado do convênio entre a Prefeitura do Município de São Paulo e a Universidade de São Paulo (PMSP/USP), através do termo aditivo entre Secretaria Municipal de Saúde e Instituto de Psicologia (SMS/PST-IPUSP), cuja realização se deu paralelamente à implantação da rede referida. Ressignificar e construir/superar limites conceituais, teóricos, técnicos, práticos; e problematizar as contradições, conflitos e dúvidas decorrentes da prática são fundamentais na substituição de práticas antimanicomiais. Ao enfocar a contradição entre saberes e práticas do modelo psquiátrico tradicional X modelo antimanicomial, analisou-se os conflitos de natureza objetiva e/ou subjetiva, emergentes no contexto de trabalho e relacionados principalmente à concepção de loucura, constituição da equipe multiprofissional e formação dos trabalhadores em saúde mental na construção de práticas inspiradas nos princípios antimanicomiais. Constatou-se que contradições ('loucura/doença mental Xsaúde mental', 'loucura/desrazão X razão', 'anormalidade/patologia X normalidade', 'saber X não saber', 'modelo médico X não médico', 'terapêutico X não terapêutico') provenientes da quebra do modelo manicomial desencadeiam processos de indiscriminação, emergentes nas relações intersubjetivas, tendo como efeito a perda de limites ('trabalhadores X usuários', 'técnicos X não técnicos', 'neurose X psicose', 'eficiência X ineficiência de técnicas',... ) 'público X privado'). Assim, a construção destes novos modelos, ligada a desconstrução do manicômio, apresenta-se como uma tarefa complexa, cuja realização não se restringe ao âmbito das práticas, pois carrega consigo contradições inerentes ao sistema social do qual advém (burguesia X proletariado, movimentos sociais X Estado, sociedade global X instituição de saúde, instituição X trabalhadores, trabalhadores em saúde mental X usuário/familiares e usuários X familiares)
  • Imprenta:
  • Data da defesa: 22.04.1998
  • Online source access
    How to cite
    A citação é gerada automaticamente e pode não estar totalmente de acordo com as normas

    • ABNT

      SCARCELLI, Ianni Régia; FERNANDES, Maria Inês Assumpção. O movimento antimanicomial e a rede substitutiva em saúde mental: a experiência do município de São Paulo (1989-1992). 1998.Universidade de São Paulo, São Paulo, 1998. Disponível em: < http://www.teses.usp.br/teses/disponiveis/47/47134/tde-03112005-221529/ >.
    • APA

      Scarcelli, I. R., & Fernandes, M. I. A. (1998). O movimento antimanicomial e a rede substitutiva em saúde mental: a experiência do município de São Paulo (1989-1992). Universidade de São Paulo, São Paulo. Recuperado de http://www.teses.usp.br/teses/disponiveis/47/47134/tde-03112005-221529/
    • NLM

      Scarcelli IR, Fernandes MIA. O movimento antimanicomial e a rede substitutiva em saúde mental: a experiência do município de São Paulo (1989-1992) [Internet]. 1998 ;Available from: http://www.teses.usp.br/teses/disponiveis/47/47134/tde-03112005-221529/
    • Vancouver

      Scarcelli IR, Fernandes MIA. O movimento antimanicomial e a rede substitutiva em saúde mental: a experiência do município de São Paulo (1989-1992) [Internet]. 1998 ;Available from: http://www.teses.usp.br/teses/disponiveis/47/47134/tde-03112005-221529/


Digital Library of Intellectual Production of Universidade de São Paulo     2012 - 2020