Exportar registro bibliográfico

Reversão da hipertensão renal crônica: fatores que prologam a hipossensibilidade do reflexo pressorreceptor (1997)

  • Authors:
  • Autor USP: FARAH, VERA DE MOURA AZEVEDO - ICB
  • Unidade: ICB
  • Sigla do Departamento: BMB
  • Assunto: FISIOLOGIA
  • Language: Português
  • Abstract: Objetivamos avaliar os fatores que poderiam explicar a manutenção da hipossensibilidade dos reflexos pressorreceptores (RP) após 2 horas de reversão da hipertensão, em ratos com hipertensão rena crônica 1R-C (HRC), já que nesse período asensibilidade dos aferentes pressorreceptores encontra-se normalizada. Entre os possíveis fatores temos a hiperatividade do sistema renina-angiotensina (SRA) e a interação com os recptores cardiopulmonares (RC) que podem exercer efeito tônicoinibitório sobre os pressorreceptores. Resultados sugerem: 1- SRA não influencia a depressão dos RP; 2- ratos HRC apresentam hipersensibilidade dos RC, que pode correlacionar-se com a hipertrofia ventricular esquerda (HVE); 3- ratos com HVEprovocada pelo Isoproterenol apresentaram diminuição na frequência cardíaca intrínseca e aumento nas respostas bradicárdicas quando os RC foram estimulados quimicamente, sem alteração na sensibilidade dos RP, alterações que podem ter sidoocasionadas pelas modificações na sensibilidade dos recptores cardíacos, não estando necessariamente correlacionadas com a HVE. 4- Por último, os animais com HVE provocada por uma fístula artério-venosa mostraram diminuição na sensibilidade dosRP, bradicardia e taquicardia reflexas. Ha necessidade de outros estudos para determinar se a depressão do RP depende da HVE per se e/ou da hiperatividade do SRA
  • Imprenta:
  • Data da defesa: 20.06.1997

  • How to cite
    A citação é gerada automaticamente e pode não estar totalmente de acordo com as normas

    • ABNT

      FARAH, Vera de Moura Azevedo; KRIEGER, Eduardo Moacyr. Reversão da hipertensão renal crônica: fatores que prologam a hipossensibilidade do reflexo pressorreceptor. 1997.Universidade de São Paulo, São Paulo, 1997.
    • APA

      Farah, V. de M. A., & Krieger, E. M. (1997). Reversão da hipertensão renal crônica: fatores que prologam a hipossensibilidade do reflexo pressorreceptor. Universidade de São Paulo, São Paulo.
    • NLM

      Farah V de MA, Krieger EM. Reversão da hipertensão renal crônica: fatores que prologam a hipossensibilidade do reflexo pressorreceptor. 1997 ;
    • Vancouver

      Farah V de MA, Krieger EM. Reversão da hipertensão renal crônica: fatores que prologam a hipossensibilidade do reflexo pressorreceptor. 1997 ;


Digital Library of Intellectual Production of Universidade de São Paulo     2012 - 2020