Exportar registro bibliográfico

Uso de atmosfera modificada e embalagens ativas, na conservação do figo Roxo de Valinhos (Ficus carica L.) (1998)

  • Authors:
  • USP affiliated authors: PENTEADO, SILVIO ROBERTO - ESALQ
  • Unidades: ESALQ
  • Sigla do Departamento: LHO
  • Subjects: FRUTICULTURA; CONSERVAÇÃO DE ALIMENTOS
  • Language: Português
  • Abstract: Com o objetivo de aumentar a vida útil e a qualidade do figo roxo de Valinhos após a colheita, foi pesquisado em duas fases de maturação do fruto e temperaturas de armazenamento, vários métodos de conservação, empregando embalagens em atmosfera modificada e substâncias ativas. O experimento foi conduzido no Instituto de Tecnologia de Alimentos, em Campinas-SP. O delineamento experimental foi inteiramente casualizado, com quatro repetições, nas fases de maturação verde (tipo exportação) e meio maduro(tipo Romi), nas condições de armazenamento: temmperatura 25"graus"C e 70"mais ou menos"5% de umidade relativa, e temperatura 0"graus"C e 90"mais ou menos"5% de umidade relativa. Nessas fases e condições, os frutos foram submetidos aos seguintes tratamentos: PEBE(polietileno de baixa densidade 60"mü"; PEBD+CH (polietileno de baixa densidade + sachê de cal hidratada); Fresh paper(papel absorvidor de gases) e Confresh (polietileno de baixa densidade com 35 "mü"). Os períodos de conservação na temperatura de 25"graus"C, foram de 2, 4, 6 e 8 dias, enquanto que na temperatura de 0"graus"C, foram de 7, 13, 21, e 27 dias, mais 2 dias câmara de transferência (temperatura de 25"graus"C e 70"mais ou menos"5% de UR) para a evolução da maturação. No final de cada período, inclusive após a transferência, os frutos foram avaliados quanto as características físicas, químicas e sensoriais: acidez, pH, firmeza, teor de sólidos solúveis, perda de peso, coloração da epiderme e dapolpa, aparência, sabor, e ocorrência de doenças e distúrbios fisiológicos. Conclusões: As embalagens fresh paper, PEBD, PEBD+CH e confresh evitou a perda de peso das caixetas de figo, como manteve a rigidez de polpa. A temperatura de 0"grau"C favoreceu a conservação do figo, porém torna o fruto colhido na fase meio maduro suscetível a ocorrência de substância gelatinosa no interior da polpa. A principal podridão que ocorre na fase de pós colheita "continua" "continuação" no figo roxo de Valinhos, e causada pelo fungo Rhisophus nigri spp
  • Imprenta:
  • Data da defesa: 03.03.1998

  • How to cite
    A citação é gerada automaticamente e pode não estar totalmente de acordo com as normas

    • ABNT

      PENTEADO, Silvio Roberto; MINAMI, Keigo. Uso de atmosfera modificada e embalagens ativas, na conservação do figo Roxo de Valinhos (Ficus carica L.). 1998.Universidade de São Paulo, Piracicaba, 1998. Disponível em: < https://teses.usp.br/teses/disponiveis/11/11136/tde-20200111-121211/ >.
    • APA

      Penteado, S. R., & Minami, K. (1998). Uso de atmosfera modificada e embalagens ativas, na conservação do figo Roxo de Valinhos (Ficus carica L.). Universidade de São Paulo, Piracicaba. Recuperado de https://teses.usp.br/teses/disponiveis/11/11136/tde-20200111-121211/
    • NLM

      Penteado SR, Minami K. Uso de atmosfera modificada e embalagens ativas, na conservação do figo Roxo de Valinhos (Ficus carica L.) [Internet]. 1998 ;Available from: https://teses.usp.br/teses/disponiveis/11/11136/tde-20200111-121211/
    • Vancouver

      Penteado SR, Minami K. Uso de atmosfera modificada e embalagens ativas, na conservação do figo Roxo de Valinhos (Ficus carica L.) [Internet]. 1998 ;Available from: https://teses.usp.br/teses/disponiveis/11/11136/tde-20200111-121211/


Digital Library of Intellectual Production of Universidade de São Paulo     2012 - 2020