Exportar registro bibliográfico

Estudo da história natural do grilo cavernícola Strinatia brevipennis (Ensifera: Phalangopsidae) em laboratório (1998)

  • Authors:
  • USP affiliated authors: FRANCO, FLAVIA PELLEGATTI - IB
  • Unidades: IB
  • Sigla do Departamento: BIZ
  • Subjects: ZOOLOGIA
  • Language: Português
  • Abstract: Este estudo foi realizado em laboratório entre fevereiro de 1995 e dezembro de 1997. Os grilos (Sirinatia brevipennis) forma coletados de diversas cavernas do Parque Estadual Intervales, no vale do Ribeira, SP., e mantidos no porão do Edifício Ernesto Marcus, Departamento de Zoologia do IBUSP para estudo da história natural da espécie. Outra espécie de grilos (Endecous itatibensis) foi acompanhada devido a uma coleta acidental da mesma. As duas espécies foram mantidas separadamente, uma vez que a primeira não sobrevive em contato com a segunda. A reprodução de S.brevipensis ocorreu com sucesso em caixas de isopor, principalmente no verão. A reprodução de E.itatibensis, por outro lado, ocorreu apenas entre indivíduos mantidos livremente na câmara de criação, onde observou-se grande sucesso reprodutivo, com várias gerações e uma grande população proveniente de apenas uma fêmea. O período embrionário médio de S. brevipennis foi de 56 dias. O desenvolvimento pós-embrionário também foi acompanhado, onde observou-se provável variação no número de mudas (10 ou 11) antes de tornarem-se adultos. A identificação de macho e fêmea é facilmente observada nos três últimos instares ninfais e nos adultos através do surgimento do ovipositor (para ambas espécies) nas fêmeas, e das tégminas no último instar ninfal para S. brevipennis e no penúltimo para E. itatibensis nos machos. As fêmeas são ápteras nas duas espécies estudadas. A caracterização morfométrica mostra que osprimeiros estágios da vida podem se confundir quanto às dimesões corporais para S. brevipennis. Nos últimos instares e adultos a caracterização torna-se mais facilitada através das medidas do comprimento do fêmur e da tíbia da perna III, e dos dimorfismos sexuais
  • Imprenta:
  • Data da defesa: 13.02.1998
  • Online source access
    How to cite
    A citação é gerada automaticamente e pode não estar totalmente de acordo com as normas

    • ABNT

      PELLEGATTI-FRANCO, Flávia; GNASPINI, Pedro. Estudo da história natural do grilo cavernícola Strinatia brevipennis (Ensifera: Phalangopsidae) em laboratório. 1998.Universidade de São Paulo, São Paulo, 1998. Disponível em: < http://www.teses.usp.br/teses/disponiveis/41/41133/tde-02022006-155601/ >.
    • APA

      Pellegatti-Franco, F., & Gnaspini, P. (1998). Estudo da história natural do grilo cavernícola Strinatia brevipennis (Ensifera: Phalangopsidae) em laboratório. Universidade de São Paulo, São Paulo. Recuperado de http://www.teses.usp.br/teses/disponiveis/41/41133/tde-02022006-155601/
    • NLM

      Pellegatti-Franco F, Gnaspini P. Estudo da história natural do grilo cavernícola Strinatia brevipennis (Ensifera: Phalangopsidae) em laboratório [Internet]. 1998 ;Available from: http://www.teses.usp.br/teses/disponiveis/41/41133/tde-02022006-155601/
    • Vancouver

      Pellegatti-Franco F, Gnaspini P. Estudo da história natural do grilo cavernícola Strinatia brevipennis (Ensifera: Phalangopsidae) em laboratório [Internet]. 1998 ;Available from: http://www.teses.usp.br/teses/disponiveis/41/41133/tde-02022006-155601/


Digital Library of Intellectual Production of Universidade de São Paulo     2012 - 2020