Exportar registro bibliográfico

Avaliação da microinfiltração marginal em cavidades classe II modificadas, restauradas com cimentos de ionômero de vidro, convencional, modificados por resina e com uma resina composta modificada por poliácidos: estudo in vitro (1997)

  • Authors:
  • Autor USP: PIN, MARIA LIGIA GERDULLO - FOB
  • Unidade: FOB
  • Sigla do Departamento: BAO
  • Subjects: ODONTOPEDIATRIA; MATERIAIS DENTÁRIOS
  • Language: Português
  • Abstract: Partindo-se do princípio de que a infiltração marginal ao redor de restaurações dentárias constitui-se em um sério problema para a odontologia, este trabalho avaliou, in vitro, a infiltração marginal de um C.I.V. convencional, Fuji IX (GC Corporation), de dois C.I.V. modificados por resina, Fuji II LC (GC Corporation) e Vitremer (3M Dental Products) e de uma resina composta modificada por poliácidos, Dyract (De Trey-Dentisply). Para tanto, cavidades classe II modificadas com envolvimento da crista marginal (tipo "slot vertical") e parede gengival estendendo-se 1 mm abaixo da junção cemento-esmalte, foram preparadas nas superfícies mesiais e distais de 40 pré-molares humanos livres de cárie, extraídos por indicação ortodôntica e restauradas com os materiais citados acima. Os dentes tiveram os seus forames apicais alargados e os mesmos foram selados com duas camadas de verniz copal e amálgama. O restante do dente, exceto a restauração e 1 mm ao seu redor, recebeu duas camadas de esmalte para unhas. Todos os espécimes foram submetidos à termociclagem em água destilada nas temperaturas de '5GRAUS' e '55GRAUS', com tempo de imersão de 15s, durante quinhentos ciclos. Em seguida, foram mergulhados em solução de fucsina básica a 0,5% em '37GRAUS' durante 24h, antes de serem seccionados. Avaliou-se a infiltração marginal da penetração do corante ao longo da parede gengival, na interface dente-restauração para cada face dos cortes, através da medidalinear micrometros, com auxílio de um microscópio de medida com aumento de 30 vezes. A análise dos resultados mostrou que nenhum dos materiais testados foi capaz de impedir totalmente a infiltração marginal. As restaurações de Vitremer mostraram, significativamente, menor infiltração marginal que todos os outros materiais. Os materiais Fuji II LC e Dyract apresentaram um padrão de infiltração marginal semelhante entre si, o que os posicionou em um nível intermediário de ) infiltração com relação aos outros materiais. O C.I.V. convencional Fuji IX mostrou os piores resultados frente aos testes em comparação com todos os outros materiais (p<0,05)
  • Imprenta:
  • Data da defesa: 28.11.1997

  • How to cite
    A citação é gerada automaticamente e pode não estar totalmente de acordo com as normas

    • ABNT

      PIN, Maria Ligia Gerdullo; ABDO, Ruy Cesar Camargo. Avaliação da microinfiltração marginal em cavidades classe II modificadas, restauradas com cimentos de ionômero de vidro, convencional, modificados por resina e com uma resina composta modificada por poliácidos: estudo in vitro. 1997.Universidade de São Paulo, Bauru, 1997.
    • APA

      Pin, M. L. G., & Abdo, R. C. C. (1997). Avaliação da microinfiltração marginal em cavidades classe II modificadas, restauradas com cimentos de ionômero de vidro, convencional, modificados por resina e com uma resina composta modificada por poliácidos: estudo in vitro. Universidade de São Paulo, Bauru.
    • NLM

      Pin MLG, Abdo RCC. Avaliação da microinfiltração marginal em cavidades classe II modificadas, restauradas com cimentos de ionômero de vidro, convencional, modificados por resina e com uma resina composta modificada por poliácidos: estudo in vitro. 1997 ;
    • Vancouver

      Pin MLG, Abdo RCC. Avaliação da microinfiltração marginal em cavidades classe II modificadas, restauradas com cimentos de ionômero de vidro, convencional, modificados por resina e com uma resina composta modificada por poliácidos: estudo in vitro. 1997 ;


Digital Library of Intellectual Production of Universidade de São Paulo     2012 - 2021