Exportar registro bibliográfico

Equipe de enfermagem: aceitação e uso das precauções universais (1997)

  • Authors:
  • Autor USP: JEUKENS, MARIA MARTHA FERREIRA - EE
  • Unidade: EE
  • Sigla do Departamento: ENO
  • Assunto: ENFERMAGEM (TÉCNICAS)
  • Language: Português
  • Abstract: Este estudo tem por objetivo verificar o conhecimento, aceitação e uso de precauções universais (PU), hoje denominadas precauções padrão e também mais abrangentes, pelos componentes da equipe de enfermagem, de um Hospital Público Especializado em Doença Infecto-contagiosa do Município de São Paulo, Brasil. Verifica também a interferência de fatores que predispõem, possibilitam e reforçam a aceitação e o uso das PU segundo o referencial teórico do PRECEDE de GREEN et al. (1980). Este estudo realizado em duas fases detectou na Etapa I que a população alvo aceitava as recomendações das PU, porém tinha falhas de conhecimento relativas a sua definição; utilizava as PU mas desconhecia a implementação de barreiras recomendadas nos procedimentos de coleta de sangue, banho no paciente, aspiração de secreções e cuidado direto ao paciente com tosse, tais como aqueles propostos pelo estudo. a população alvo assinalou um número excessivo de equipamento de proteção individual (EPI) provavelmente usado para auto-protação e justificado pelo medo de contágio e a crença que o paciente atendido na instituição é muito infectado (fatore preponderantes); o uso incorreto do EPI deveu-se também, à falta do equipamento ou ainda pela não disponibilidade do mesmo na unidade de internação bem como pela economia de tempo gasto na paramentação (fatores que possibilitam). A manutenção do uso incorreto das PU deveu-se também à dificuldade de acesso à literatura atualizada e aodesconhecimento do diagnóstico médico em alguns casos (fatores que reforçam). a existência desses fatores associada a falhas de conhecimento gerava insegurança na população alvo quanto a risco de contágio. Participaram da Etapa I, 39 enfermeiros, 99 auxiliares de enfermagem e 67 atendentes de enfermagem perdominantemente do sexo feminino, com idades entre 23 e 55 anos e experiência de trabalho na especialidade acima de 4 anos. Os resultados obtidos na Etapa I, ) mostraram a necessidade de um programa educativo sobre as recomendações das PU, proposto e aceito pela população alvo. O programa educativo foi realizado no início da Etapa II, que constituiu a segunda fase deste estudo contando com a participação de 20 enfermeiros, 30 auxiliares de enfermagem e 15 atendentes de enfermagem. Os dados das Etapas I e II, foram colhidos por intermédio de questionários, com redação idêntica nas questões relativas aos procedimentos propostos no estudo, com a finalidade de verificar mudança de conhecimento na implementação das PU, no pré e pós programa educativo. Após o programa educativo, os enfermeiros, obtiveram maior número de acertos em relação aos procedimentos de coleta de sangue, banho no paciente e cuidado direto a paciente com tosse. Os auxiliares de enfermagem obtiveram maior número de acertos em todas as queståões relativas aos procedimentos propostos, nas respostas após programa educativo. Os atendentes de enfermagem tiveram mais acertos apenas na coleta de sangue ecuidado direto ao paciente com tosse também após programa educativo. Além de maior número de acertos, os componentes da equipe de enfermagem assinalaram menos EPI, nos procedimentos pesquisados após a implementação do programa educativo
  • Imprenta:
  • Data da defesa: 27.10.1997

  • How to cite
    A citação é gerada automaticamente e pode não estar totalmente de acordo com as normas

    • ABNT

      JEUKENS, Maria Martha Ferreira; SECAF, Victória; MENEGHIN, Paolo. Equipe de enfermagem: aceitação e uso das precauções universais. 1997.Universidade de São Paulo, São Paulo, 1997.
    • APA

      Jeukens, M. M. F., Secaf, V., & Meneghin, P. (1997). Equipe de enfermagem: aceitação e uso das precauções universais. Universidade de São Paulo, São Paulo.
    • NLM

      Jeukens MMF, Secaf V, Meneghin P. Equipe de enfermagem: aceitação e uso das precauções universais. 1997 ;
    • Vancouver

      Jeukens MMF, Secaf V, Meneghin P. Equipe de enfermagem: aceitação e uso das precauções universais. 1997 ;

    Últimas obras dos mesmos autores vinculados com a USP cadastradas na BDPI:

Digital Library of Intellectual Production of Universidade de São Paulo     2012 - 2021