Exportar registro bibliográfico

Paciente queimado: o primeiro atendimento em um serviço público de emergência (1997)

  • Authors:
  • Autor USP: PAIVA, SIRLIANE DE SOUZA - EE
  • Unidade: EE
  • Sigla do Departamento: ENC
  • Subjects: QUEIMADURAS; ENFERMAGEM
  • Language: Português
  • Abstract: A finalidade deste estudo foi caracterizar o primeiro atendimento ao paciente queimado em um serviço de emergência. Os objetivos foram: 1) Caracterizar as vítimas de queimadura internadas em uma unidade pública de emergência segundo dados epidemiológicos; 2) Identificar a natureza das lesões, quanto ao agente causador, à extensão, à profundidade e à localização anatômica da queimadura; 3) Caracterizar o primeiro atendimento que o paciente queimado recebeu nesta unidade de emergência; 4) Identificar a equipe assistencial que prestou o primeiro atendimento ao paciente queimado; 5) Identificar o destino do paciente após o atendimento realizado na unidade pública de emergência. A população de amostra foi constituída de 150 pacientes queimados, atendidos e internados em um Serviço Público de Emergência do município de São Luís-MA, no período de Janeiro a Dezembro de 1996. Os dados foram coletados retrospectivamente dos prontuários, por meio de uma ficha de coleta elaborada especificamente para esse fim. Os registros possibilitaram obter os resultados a seguir: quanto às características do atendimento do serviço, houve alta demanda de pacientes queimados (565) e o percentual de internação foi elevado (26,54%), distribuído equitativamente durante o ano. Quanto aos dados de identificação da vítima, houve predomínio de pacientes do sexo masculino, na faixa de 0 a 25 anos (71,28%), procedentes de todo o Estado. Quanto às características das queimaduras, foramprincipalmente por líquidos escaldantes e o contato direto com chamas, predominaram as queimaduras de primeiro e segundo graus. As regiões mais acometidas foram os membros inferiores, superiores e o tórax. Houve tendência dos profissionais da equipe de saúde em utilizar a localização (91,3%) e a profundidade da queimadura (77,3%), como parâmetros de avaliaçào. Quanto ao atendimento nas primeiras 48 horas, verificou-se que o curativo cirúrgico foi ralizado em todos ) os pacientes, a administração de soro anti-tetânico foi realizada em 1/3 dos pacientes, principalmente nos que estavam na faixa de 6 a 35 anos. No que se refere à verificação dos sinais vitais, a da temperatura foi predominante, principalmente com crianças menores de cinco anos. O sangue foi o material mais utilizado para a avaliação laboratorial. Quanto à identificação da equipe multiprofissional que prestou assistência aos queimados, observamos registro dos médicos, enfermeiros e auxiliares de enfermagem. Quanto ao destino permitiu concluir que a inexistência de uniformização de condutas para atender o paciente, nas primeiras 48 horas, pode gerar diversos parâmetros de avaliação e tratamento que, provavelmente, causam comprometimento da qualidade de assistência
  • Imprenta:
  • Data da defesa: 26.09.1997

  • How to cite
    A citação é gerada automaticamente e pode não estar totalmente de acordo com as normas

    • ABNT

      PAIVA, Sirliane de Souza; MIYADAHIRA, Ana Maria Kazue. Paciente queimado: o primeiro atendimento em um serviço público de emergência. 1997.Universidade de São Paulo, São Paulo, 1997.
    • APA

      Paiva, S. de S., & Miyadahira, A. M. K. (1997). Paciente queimado: o primeiro atendimento em um serviço público de emergência. Universidade de São Paulo, São Paulo.
    • NLM

      Paiva S de S, Miyadahira AMK. Paciente queimado: o primeiro atendimento em um serviço público de emergência. 1997 ;
    • Vancouver

      Paiva S de S, Miyadahira AMK. Paciente queimado: o primeiro atendimento em um serviço público de emergência. 1997 ;

    Últimas obras dos mesmos autores vinculados com a USP cadastradas na BDPI:

Digital Library of Intellectual Production of Universidade de São Paulo     2012 - 2021