Exportar registro bibliográfico

Mobilidade do crômio adicionado a dois latossolos na forma de sais inorgânicos e de resíduo de curtume (1997)

  • Authors:
  • Autor USP: ANDRÉ, ÉRIKA MANGILE - ESALQ
  • Unidade: ESALQ
  • Sigla do Departamento: LQI
  • Assunto: QUÍMICA DO SOLO
  • Language: Português
  • Abstract: O objetivo principal do trabalho foi avaliar o comportamento do crômio em dois latossolos, através do estudo da movimentação do metal em colunas de solo. Para complementar esse estudo foi feito o estudo da biodegradabilidade do resíduo de curtumecontendo altas concentrações de crômio e testes de extratores para a determinação de crômio do solo. Os solos utilizados nos experimentos, cujas amostras foram submetidas a análises granulométrica e química, foram: Latossolo Roxo e LatossoloVermelho Amarelo. Os solos foram incubados com resíduo de curtume e os sais Cr'Cl IND.3' 6'H IND.2 O' como fonte de 'Cr POT.3+' e 'K IND.2 Cr IND.2 O IND.7' como fonte de Cr(VI) para avaliar a mobilidade do crômio no solo e sua extração. Amobilidade do crômio foi avaliada em tubos de percolação nos quais realizou-se lixiviação com análises de lixiviado e do solo. Os extratores testados para determinação de crômio solúvel foram: Mehlich 1, Mehlich 3, solução de HCl 0.1 mol 'LPOT.-1' e solução de 'KH IND.2 PO IND.4'. Os solos provenientes desses dois experimentos foram secos, peneirados e analisados para Cr(VI), matéria orgânica e pH. No experimento e mobilidade, o 'Cr POT.3+' foi obtido pela diferença entre osteores de Cr total e Cr(VI). O estudo da biodegradabilidade do resíduo de curtume foi feito através da medida de 'CO IND.2' liberado pela atividade dos microrganismos durante o processo de mineralização do material orgânico adicionado. Houvemovimentação do crômio para acamada 20-40cm principalmente quando o metal foi aplicado via sais orgânicos: somente o crômio proveniente do tratamento com a fonte hexavalente foi detectado no lixiviado. Os teores de matéria orgânica do solo,após lixiviação, não sofreram grandes alterações e os valores de pH diminuíram em relação à testemunha, principalmente no LR, quando a fonte de crômio adicionada foi a trivalente (dose 1500 'mg kg POT.-1'Cr). Houve lixiviação de cálcio emagnésio, ) principalmente nos solos que receberam 'Cr POT.3+'. Grande parte do Cr(VI) foi possivelmente reduzido a 'Cr POT. 3+' ou adsorvido ao solo. Os extratores Mehlich 1, Mehlich 3 e HCl 0,1 mol'L POT.-1' apresentaram comportamentosemelhante em relação à extração de crômio solúvel dos solos. O crômio não causou prejuízos aos microrganismos responsáveis pela degradação do resíduo de curtume aplicado aos solos
  • Imprenta:
  • Data da defesa: 27.10.1997
  • Acesso à fonte
    How to cite
    A citação é gerada automaticamente e pode não estar totalmente de acordo com as normas

    • ABNT

      ANDRÉ, Erika Mangile; MATTIAZZO, Maria Emília. Mobilidade do crômio adicionado a dois latossolos na forma de sais inorgânicos e de resíduo de curtume. 1997.Universidade de São Paulo, Piracicaba, 1997. Disponível em: < http://teses.usp.br/teses/disponiveis/11/11140/tde-20181127-155248/ >.
    • APA

      André, E. M., & Mattiazzo, M. E. (1997). Mobilidade do crômio adicionado a dois latossolos na forma de sais inorgânicos e de resíduo de curtume. Universidade de São Paulo, Piracicaba. Recuperado de http://teses.usp.br/teses/disponiveis/11/11140/tde-20181127-155248/
    • NLM

      André EM, Mattiazzo ME. Mobilidade do crômio adicionado a dois latossolos na forma de sais inorgânicos e de resíduo de curtume [Internet]. 1997 ;Available from: http://teses.usp.br/teses/disponiveis/11/11140/tde-20181127-155248/
    • Vancouver

      André EM, Mattiazzo ME. Mobilidade do crômio adicionado a dois latossolos na forma de sais inorgânicos e de resíduo de curtume [Internet]. 1997 ;Available from: http://teses.usp.br/teses/disponiveis/11/11140/tde-20181127-155248/

    Últimas obras dos mesmos autores vinculados com a USP cadastradas na BDPI:

    Digital Library of Intellectual Production of Universidade de São Paulo     2012 - 2021