Exportar registro bibliográfico

Biodegradação de 'ANTPOT. 14 C'-atrazina em condições semi controladas (1997)

  • Authors:
  • Autor USP: QUEIROZ, BRIGIDA PIMENTEL VILLAR DE - ESALQ
  • Unidade: ESALQ
  • Sigla do Departamento: SD
  • Subjects: MICROBIOLOGIA INDUSTRIAL; PESTICIDAS
  • Language: Português
  • Abstract: A biodegradação da atrazina radiomarcada uniformemente com seus carbonos do ancl, foi avaliada em condições semi controladas. Amostras de 200g do solo-latossolo vermelho-Escuro, alxo. A moderado, textura média, tratadas com uma solução de atrazina com atividade de 135,42 KB, e dose de 2mg i.a./Kg de solo (5l/ha) foram colocadas em fraxos Erlenmeyers de 300 ml de capacidade e a umidade ajustada para 75% da capacidade de campo. Estes frascos foram enterrados na Estação Experimental do Lisumetro do CENA/USP onde se iniciou, ao mesmo tempo, uma plantação de milho. O 'ANTPOT. 14'C'O IND. 2' desprendido pela ação de monorganismos degradadores de atrazina, foi avaliado a cada 15 dias, durante 150 dias. Os lesíduos formados no solo durante o período de incubação, foram determinados, com termos de dessorção utilizando cloreto de cálcio extração com os solientes acctonitrila: água (8:2 v/v) e resíduos ligados pos combustão. O solo extraído doi fracionado com pirofosfeito de sódio e os resíduos ligados nas frações humina, ácidos húmicas e fúlvicos foram determinados por cintilometria líquida. Ao final do período de incubação de 150 dias o 'ANTPOT. 14'C'O IND. 2' desprendido, alcançou 36% da atividade total aplicada, os desíduos ligados no total de 34% ficaram distribuídos na fração húmina 63,26%, ácido fúlvico 29,9% e ácido húmico 6,83%. Os metabolitos presentes nas frações de resíduos dessorvidos e extraídos, foram identificados através de cromotografia de camadas delgada.Após 150 dias de incubação os resíduos formados nas frações dessovidas foram 44% de Bidroxiatrazina, 3,28% de desisopropilatrazina e 52,72% de atrazina e nas frações extraídas foram 16,22% de hidroxiatrazina, 2,25% de desisopropilatrazina, 2,24% de desetilatrazina e 79,29% de atrazina
  • Imprenta:
  • Data da defesa: 25.11.1997
  • Acesso à fonte
    How to cite
    A citação é gerada automaticamente e pode não estar totalmente de acordo com as normas

    • ABNT

      QUEIROZ, Brigida Pimentel Villar de; MONTEIRO, Regina Teresa Rosim. Biodegradação de 'ANTPOT. 14 C'-atrazina em condições semi controladas. 1997.Universidade de São Paulo, Piracicaba, 1997. Disponível em: < https://teses.usp.br/teses/disponiveis/11/11138/tde-20191218-124840/ >.
    • APA

      Queiroz, B. P. V. de, & Monteiro, R. T. R. (1997). Biodegradação de 'ANTPOT. 14 C'-atrazina em condições semi controladas. Universidade de São Paulo, Piracicaba. Recuperado de https://teses.usp.br/teses/disponiveis/11/11138/tde-20191218-124840/
    • NLM

      Queiroz BPV de, Monteiro RTR. Biodegradação de 'ANTPOT. 14 C'-atrazina em condições semi controladas [Internet]. 1997 ;Available from: https://teses.usp.br/teses/disponiveis/11/11138/tde-20191218-124840/
    • Vancouver

      Queiroz BPV de, Monteiro RTR. Biodegradação de 'ANTPOT. 14 C'-atrazina em condições semi controladas [Internet]. 1997 ;Available from: https://teses.usp.br/teses/disponiveis/11/11138/tde-20191218-124840/

    Últimas obras dos mesmos autores vinculados com a USP cadastradas na BDPI:

    Digital Library of Intellectual Production of Universidade de São Paulo     2012 - 2021