Exportar registro bibliográfico

Trocas gasosas e relações hídricas de laranjeira valência enxertada sobre quatro porta-enxertos e submetida à deficiência hídrica (1997)

  • Authors:
  • USP affiliated author: MEDINA, CAMILO LÁZARO - ESALQ
  • School: ESALQ
  • Sigla do Departamento: SD
  • Subjects: REPRODUÇÃO VEGETAL; FRUTICULTURA; AGROMETEOROLOGIA
  • Language: Português
  • Abstract: O presente trabalho foi conduzido em 1996 no Centro Experimental de Campinas do Instituto Agronômico. Dois experimentos foram realizados para observação da influência de porta-enxertos e da deficiência hídrica nas trocas e relações hídricas de laranjeira 'Valência', com 18 meses de idade colocadas em vasos. No primeiro experimento as medidas foram feitas no decorrer do dia em casa de vegetação em quatro porta-enxertos: citrange 'Trover', tangerina 'Cleópatra', limoeiro 'Cravo' e Poncirus trifoliata. No segundo experimento, as medidas foram feitas sob condições controladas em plantas enxertadas em limoeiro 'Cravo' e Poncirus trifoliata. A deficiência hídrica foi imposta pela suspensão de irrigação dos vasos até que a taxa de assimilação de 'CO IND.2' aingisse valores aproximadamente nulos durante todo o dia. Em seguida as plantas foram reidratadas e as mesmas medidas foram feitas no período de recuperação. Avaliou-se também a condutividade hidráulica das raízes dos porta-enxertos utilizados. No primeiro experimento em casa de vegetação, no tratamento sem deficiência hídrica, a taxa diária de assimilação de 'CO IND.2'(A) foi menor nas plantas sobre os porta-enxertos 'Troyer' e 'Cleópatra', quando comparadas às plantas sobre limoeiro 'Cravo' que não diferenciaram-se do Trifoliata. Durante o dia, as maiores taxas de A, com 8 'mü'mol.'m POT.-2 s POT. -1', foram observadas por volta das 11 horas, seguida por uma diminuição devido ao aumento do déficit depressão de vapor e da temperatura ambiente, nos horários entre 11:00 e 14:00 horas. Após a suspensão da irrigação, a queda do teor de umidade do substrato e do potencial da água na folha ('psi'IND.1') foram semelhantes em todas as plantas, independente dos porta-enxertos utilizados. Porém nas plantas sobre 'Cravo', durante a suspensão da irrigação, A decaiu mais rapidamente, e após a reidratação, recuperou-se mais vagarosamente. As plantas sobre 'Cravo' ) apresentaram, durante todo o período de deficiência hídrica, menor A que as plantas sobre Trifoliata e 'Cleópatra' e semelhante ao 'Troyer'. As plantas sobre Trifoliata recuperaram-se totalmente neste período de observação. A condutividade hidráulica foi superior para o limoeiro 'Cravo' e semelhantes entre os demais porta-enxertos e pode ter contribuido para uma maior assimilação de 'CO IND.2' na ausência de deficiência hídrica. No segundo experimento, sob condições controladas não houve decréscimo na assimilação de 'C O IND.2'(A), transpiração (E), condutância estomática (g), eficiência no uso da água (WUE), no potencial da água na folha ('psi'IND.1') e no conteúdo relativo de água (RWC) quando o potencial da água no substrato ('psi'IND.t') esteve acima de -0,04 MPa, mostrando valores semelhantes nos tratamentos 'Cravo' e Trifoliata. Porém após o 'psi'IND. s' ter caído abaixo de -0,05 MPa, as plantas sobre os dois porta-enxertos apresentaram respostas diferentes. As plantas sobre 'Cravo' iniciaramqueda em A, WUE e 'psi'IND.ts' um dia antes que as plantas sobre Trifoliata demoraram 2 dias mais para recuperarem-se. Quando 'psi'IND.s'= -0,13 MPa, A atingiu 4,1 'mü'mol.'m POT.-2 S POT.-1' para o tratamento Trifoliata e 1,8 'mü'mol.'m POT.-2 s POT.-1' para o 'Cravo'. Os valores mínimos de A foram atingidos quando 'psi IND.s'= -0,23 MPa, sendo de 1,0 'mü'mol.m POT. -2 s POT.-1'para o 'Cravo'e 2,0 'mü'mol.m POT.-2 s POT.-1' para o Trifoliata. A manutenção de maiores valores de A, g, WUE, e 'psi IND. t', em condições de limitação ao desenvolvimento do sistema radicular, sugeriram uam maior tolerância à deficiência hídrica de laranjeira 'Valência' enxertada sobre Trifoliata que sobre 'Cravo'
  • Imprenta:
  • Data da defesa: 27.08.1997
  • Online source access
    How to cite
    A citação é gerada automaticamente e pode não estar totalmente de acordo com as normas

    • ABNT

      MEDINA, Camilo Lazaro; MACHADO, Eduardo Caruso. Trocas gasosas e relações hídricas de laranjeira valência enxertada sobre quatro porta-enxertos e submetida à deficiência hídrica. 1997.Universidade de São Paulo, Piracicaba, 1997. Disponível em: < https://teses.usp.br/teses/disponiveis/11/11144/tde-20191218-110515/ >.
    • APA

      Medina, C. L., & Machado, E. C. (1997). Trocas gasosas e relações hídricas de laranjeira valência enxertada sobre quatro porta-enxertos e submetida à deficiência hídrica. Universidade de São Paulo, Piracicaba. Recuperado de https://teses.usp.br/teses/disponiveis/11/11144/tde-20191218-110515/
    • NLM

      Medina CL, Machado EC. Trocas gasosas e relações hídricas de laranjeira valência enxertada sobre quatro porta-enxertos e submetida à deficiência hídrica [Internet]. 1997 ;Available from: https://teses.usp.br/teses/disponiveis/11/11144/tde-20191218-110515/
    • Vancouver

      Medina CL, Machado EC. Trocas gasosas e relações hídricas de laranjeira valência enxertada sobre quatro porta-enxertos e submetida à deficiência hídrica [Internet]. 1997 ;Available from: https://teses.usp.br/teses/disponiveis/11/11144/tde-20191218-110515/

    Últimas obras dos mesmos autores vinculados com a USP cadastradas na BDPI:

    Digital Library of Intellectual Production of Universidade de São Paulo     2012 - 2020