Exportar registro bibliográfico

Localização de regiões genômicas associadas ao número de nódulos e à resistência a Xanthomonas campestris pv. phaseoli e Pseudomonas syringae pv. tabaci em feijoeiro (Phaseolus vulgaris L.) (1997)

  • Authors:
  • USP affiliated author: BOSCARIOL, RAQUEL LUCIANA - ESALQ
  • School: ESALQ
  • Sigla do Departamento: SD
  • Subjects: BACTÉRIAS FITOPATOGÊNICAS; CRESTAMENTO; FEIJÃO; RESISTÊNCIA GENÉTICA VEGETAL
  • Language: Português
  • Abstract: Marcadores RFLPs foram utilizados para identificar regiões genômicas (QTLs) do feijoeiro associadas à resistência a Xanthomonas campestris pv. phaseoli (Xcp) e Xanthomonas campestris pv. phaseoli var. fuscans (Xcpf), agentes causais do crestamento bacteriano comum (CBC), e a Pseudomonas syringae pv. tabaci (Pst) agente causal do fogo selvagem. Estes marcadores RFLPs também foram utilizados para identificar QTLs que controlam o número de nódulos e o comprimento do segundo internódio. Para avaliação destas características, foram usadas 50 linhagens recombinantes ´F IND. 8-9´ derivadas do cruzamento BAT-93 (resistente, baixa nodulação) x Jalo EEP558 (suscetível, alta nodulação). A resistência ao CBC foi avaliada por inoculação simultânea dos dois isolados de X. campestris pv phaseoli em folíolos distintos do primeiro trifolíolo. Área de lesão foliar e nota das lesões foram utilizados na avaliação dos sintomas. No experimento com P. syringae pv. tabaci, áreas de necrose e de clorose foram medidas após a inoculação dos folíolos primários. Em outro experimento, avaliou-se o número de nódulos formados após inoculação com Rhizobium tropici. Análises de variãncia foram empregadas para detectar associações entre as caracteríticas medidas e genótipos das linhagens em 53 loci marcadores, distribuídos em 13 grupos de ligação em um mapa de ligação do feijoeiro. No experimento com CBC, associações significativas (p<0,01) foram encontradas entre área de lesão foliare 13 loci marcadores distribuídos em 5 grupos de ligação, e entre nota da lesão e 17 loci marcadores, em 6 grupos de ligação. A ausência de interações significativas entre genótipos x isolados indicou que a resistência aos isolados foi controlada pelos mesmos QTLs. Foi também demonstrado que, o isolado W18 de X.campestris pv. phaseoli, foi mais agressivo em ambas avaliações (área e nota das lesões). Seis marcadores foram encontrados associados à àrea de clorose ) na avaliação de resistência a P. syringae pv. tabaci. Estes marcadores estão distribuídos em 4 grupos de ligação. Os dados não revelaram associações significativas com área de necrose. Oito marcadores distribuídos em 5 grupos de ligação (D2, D3, D7, D9 e D10), foram associados ao número de nódulos. A maioria dos QTLs associados ao comprimento do segundo internódio (D5, D7, D8 e D9) foram também associados a resistência ao CBC, indicando ligação entre estas características. Os QTLs localizados nos grupos de ligação D7 e D9 foram associados á resistência ao CBC, ao fogo selvagem e também ao número de nódulos, indicando a possível ocorrência de "clusters" de genes envolvidos no controle destas bacterioses. O QTL no grupo D7 mostrou ainda ter um efeito principal na resistência ao CBC e ao fogo selvagem, pois explicou a maior porcentagem e variação fenotípica, 19% e 14,6% respectivamente, para as duas bacterioses
  • Imprenta:
  • Data da defesa: 29.10.1997
  • Online source access
    How to cite
    A citação é gerada automaticamente e pode não estar totalmente de acordo com as normas

    • ABNT

      BOSCARIOL, Raquel Luciana; TSAI, Siu Mui. Localização de regiões genômicas associadas ao número de nódulos e à resistência a Xanthomonas campestris pv. phaseoli e Pseudomonas syringae pv. tabaci em feijoeiro (Phaseolus vulgaris L.). 1997.Universidade de São Paulo, Piracicaba, 1997. Disponível em: < https://teses.usp.br/teses/disponiveis/11/11138/tde-20191218-165814/ >.
    • APA

      Boscariol, R. L., & Tsai, S. M. (1997). Localização de regiões genômicas associadas ao número de nódulos e à resistência a Xanthomonas campestris pv. phaseoli e Pseudomonas syringae pv. tabaci em feijoeiro (Phaseolus vulgaris L.). Universidade de São Paulo, Piracicaba. Recuperado de https://teses.usp.br/teses/disponiveis/11/11138/tde-20191218-165814/
    • NLM

      Boscariol RL, Tsai SM. Localização de regiões genômicas associadas ao número de nódulos e à resistência a Xanthomonas campestris pv. phaseoli e Pseudomonas syringae pv. tabaci em feijoeiro (Phaseolus vulgaris L.) [Internet]. 1997 ;Available from: https://teses.usp.br/teses/disponiveis/11/11138/tde-20191218-165814/
    • Vancouver

      Boscariol RL, Tsai SM. Localização de regiões genômicas associadas ao número de nódulos e à resistência a Xanthomonas campestris pv. phaseoli e Pseudomonas syringae pv. tabaci em feijoeiro (Phaseolus vulgaris L.) [Internet]. 1997 ;Available from: https://teses.usp.br/teses/disponiveis/11/11138/tde-20191218-165814/

    Últimas obras dos mesmos autores vinculados com a USP cadastradas na BDPI:

Digital Library of Intellectual Production of Universidade de São Paulo     2012 - 2022