Exportar registro bibliográfico

Chlorophyta filamentosas da reserva biológica de Poço das Antas, município de Silva Jardim, Rio de Janeiro: taxonomia e aspectos ecológicos (1997)

  • Authors:
  • Autor USP: DIAS, IZABEL CRISTINA ALVES - IB
  • Unidade: IB
  • Sigla do Departamento: BIB
  • Assunto: BOTÂNICA (CLASSIFICAÇÃO)
  • Language: Português
  • Abstract: O estudo taxonômico das Chlorophyta filamentosas de 32 ambientes situados na Reserva Biológica de Poço das Antas, Município de Silva Jardim, Estado do Rio de Janeiro, foi realizado com base em coletas mensais efetuadas no período de novembro de 1989 a fevereiro de 1991. Foram analisadas as características climatológicas da região (temperatura do ar e precipitação), variáveis físicas, químicas e físico-químicas da água (temperatura, transparência, condutividade elétrica, pH, teores de oxigênio dissolvido, de formas dissolvidas e totais de nitrogênio e fósforo, de sílica reativa solúvel e de carbono orgânico total) e as variações na biomassa de macrófitas aquáticas flutuantes e suas relações com as comunidades de algas estudadas. Quarenta e cinco táxons distribuídos em três classes, seis famílias, 13 gêneros, 44 espécies e duas variedades e quatro formas taxonômicas que não são as típicas de suas respectivas espécies foram documentados. O presente registro de 23 táxons foi pioneiro para o território brasileiro; e o de quatro para o Estado do Rio de Janeiro. Oedogoniaceae com 23 táxons e Zygnemaceae com 13 foram as famílias melhor representadas na área. Uma forma taxonômica (Oedogonium suboctangulare West & West f.) foi descrita e será formalmente proposta em futuro breve como novidade para a Ciência, e cinco espécies conhecidas até o momento apenas por suas descrições originais foram reencontradas nas amostras estudadas. Águas ácidas, de baixa condutância ecolonização por macrófitas aquáticas enraizadas e flutuantes caracterizaram os ambientes estudados. As comunidades epifíticas foram predominates, especialmente no período de maior desenvolvimento das macrófitas aquáticas. A co-ocorrência de clorófitas filamentosas foi registrada em 19 amostras coletadas de seis estações e envolveu 34 táxons. As 30 estações ocasionais quando consideradas em conjunto apresentaram composição florística mais diversificada do que (continua) ) a das estações fixas (uma lêntica e outra lótica). Nos meses de junho e julho de 1990 (estiagem) foram registrados os maiores números de táxons. As famílias Oedogoniaceae e Zygnemaceae apresentaram representantes férteis especialmente no período de abril a julho de 1990 (outono-inverno) contrariando as informações da literatura que referem o período primavera-verão como o de máxima formação de estruturas de reprodução. Este estudo corrobou observações anteriores para estas famílias, segundo as quais a periodicidade de sua reprodução foi especialmente relacionada com o período de estiagem, numa tentativa dos organismos garantirem posterior germinação com a formação de estruturas de reprodução
  • Imprenta:
  • Data da defesa: 07.04.1997

  • How to cite
    A citação é gerada automaticamente e pode não estar totalmente de acordo com as normas

    • ABNT

      DIAS, Izabel Cristina Alves; BICUDO, Carlos Eduardo de Mattos. Chlorophyta filamentosas da reserva biológica de Poço das Antas, município de Silva Jardim, Rio de Janeiro: taxonomia e aspectos ecológicos. 1997.Universidade de São Paulo, São Paulo, 1997.
    • APA

      Dias, I. C. A., & Bicudo, C. E. de M. (1997). Chlorophyta filamentosas da reserva biológica de Poço das Antas, município de Silva Jardim, Rio de Janeiro: taxonomia e aspectos ecológicos. Universidade de São Paulo, São Paulo.
    • NLM

      Dias ICA, Bicudo CE de M. Chlorophyta filamentosas da reserva biológica de Poço das Antas, município de Silva Jardim, Rio de Janeiro: taxonomia e aspectos ecológicos. 1997 ;
    • Vancouver

      Dias ICA, Bicudo CE de M. Chlorophyta filamentosas da reserva biológica de Poço das Antas, município de Silva Jardim, Rio de Janeiro: taxonomia e aspectos ecológicos. 1997 ;

    Últimas obras dos mesmos autores vinculados com a USP cadastradas na BDPI:

    Digital Library of Intellectual Production of Universidade de São Paulo     2012 - 2020