Exportar registro bibliográfico

Mercúrio atmosférico na Amazônia e estudo de caso em alta floresta (1997)

  • Authors:
  • Autor USP: FERNANDES, EDUARDO TADEU - IF
  • Unidade: IF
  • Sigla do Departamento: FAP
  • Subjects: FÍSICA NUCLEAR; POLUIÇÃO ATMOSFÉRICA
  • Language: Português
  • Abstract: O mercúrio é emitido ao meio ambiente através de emissões antropogênicas e naturais, sendo a forma gasosa (>80%) a principal forma de emissão. No Brasil, a principal forma de emissão do mercúrio se dá por atividades antropogênicas como garimpo, queima de floresta e emissões industriais. Estima-se que em 1989 cerca de 168 toneladas de mercúrio foram lançadas para o meio ambiente, oriundas de atividades garimpeiras na Amazônia. Para o estudo da concentração de Hg em larga escala, foram coletadas amostras durante o experimento SCAR-B (Smoke, Clouds and Radiation-Brazil) realizado em agosto e setembro de 1995 na região amazônica. Amostras de aerossóis foram coletadas simultaneamento para a realização de um posterior estudo integrado. As amostras de aerossóis foram analisadas usando-se as técnicas de AAN (Análise de Ativação por Neutrons) e PIXE (Particle Induced X-Ray Emission). As amostras de mercúrio foram coletadas em traps de ouro e analisadas com a técnica de CVAAS (Cold Vapor Atomic Absorption Spectroscopy). Com o uso destas técnicas foram determinados 25 elementos: Na, Mg, Al, Si, P, S, Cl, K, Ca, Sc, Ti, V, Mn, Fe, Cu, Zn, Ga, Br, Rb, Sr, I, La, Sm, Th, Hg, além do material particulado total (MPT) e black carbon (BC). Para o estudo do inter-relacionamento entre estas variáveis foram utilizadas as análises multivariadas: análise de componentes principais (ACP), análise de componentes principais absolutos (ACPA) e análise de clusters. Foi possível aidentificação de duas fontes emissoras de mercúrio; queima de biomassa e atividades de garimpo. A segunda fonte foi responsável pela maior parte da emissão do mercúrio para a atmosfera. Cerca de 2/3 da concentração de mercúrio atmosférico foram associados às atividades de mineração e o restante como oriundo da primeira fonte. A outra parte deste trabalho envolveu a simulação da dispersão de mercúrio emitida por casas de queima localizadas na região urbana de ) Alta Floresta, Mato Grosso. A simulação da dispersão foi realizada para os meses de agosto e setembro de 1995 e agosto de 1992. Os resultados do modelo de dispersão mostram altas concentrações locais de mercúrio, num raio de cerca de 2km das casas de queima. Além disso, o transporte a longa distância do mercúrio pode fazer com que emissões locais tenham impacto regional na atmosfera da Amazônia
  • Imprenta:
  • Data da defesa: 24.09.1997

  • How to cite
    A citação é gerada automaticamente e pode não estar totalmente de acordo com as normas

    • ABNT

      FERNANDES, Eduardo Tadeu; ARTAXO NETTO, Paulo Eduardo. Mercúrio atmosférico na Amazônia e estudo de caso em alta floresta. 1997.Universidade de São Paulo, São Paulo, 1997.
    • APA

      Fernandes, E. T., & Artaxo Netto, P. E. (1997). Mercúrio atmosférico na Amazônia e estudo de caso em alta floresta. Universidade de São Paulo, São Paulo.
    • NLM

      Fernandes ET, Artaxo Netto PE. Mercúrio atmosférico na Amazônia e estudo de caso em alta floresta. 1997 ;
    • Vancouver

      Fernandes ET, Artaxo Netto PE. Mercúrio atmosférico na Amazônia e estudo de caso em alta floresta. 1997 ;

    Últimas obras dos mesmos autores vinculados com a USP cadastradas na BDPI:

    Digital Library of Intellectual Production of Universidade de São Paulo     2012 - 2021