Exportar registro bibliográfico

Impacto do aerossol atmosférico de Cubatão na Reserva Biológica de Paranapiacaba (1997)

  • Authors:
  • Autor USP: NASCIMENTO, SILVANA APARECIDA DO - IF
  • Unidade: IF
  • Sigla do Departamento: FAP
  • Subjects: FENOMENOLOGIA; POLUIÇÃO ATMOSFÉRICA
  • Language: Português
  • Abstract: Este trabalho integrou um projeto de pesquisa sobre poluiçào atmosférica e seu impacto na vegetação da Serra do Mar, na região de Cubatão. Foi desenvolvido dentro de um acordo teuto-brasileiro de Cooperação Científica e Tecnológica. Participaram de sua execução 5 Universidades Alemãs, a Secretaria do Meio Ambiente/SP (SMA), a Companhia de Tecnologia e Saneamento Ambiental (CETESB), Universidade de São Paulo (USP) e Universidade Federal da Bahia (UFBa). Montaram-se duas estações de amostragem de material particulado, uma no topo da Serra do Mar, na Reserva Biológica de Paranapiacaba (PPB), e a outra no Vale do Rio Moji, em Cubatão (MOJI). Elas foram operadas simultaneamente, em períodos de 12h, obtendo-se cerca de 110 amostras diurnas e noturnas, entre 24/07/91 e 26/10/91. As concentrações médias de material particulado foram altas, mesmo para a estação da Serra. Durante o dia, obteve-se 141'mü'g/'m POT.3' no Vale do Moji e 100'mü'g/'m POT.3' em Paranapiacaba. À noite, mediu-se 121'mü'g/'m POT.3' no Vale do Moji, e 54'mü'g/'m POT.3' em Paranapiacaba. Utilizou-se o método PIXE para obter as concentrações dos elementos químicos (12<Z<82) no particulado inalável. Estas informações foram utilizadas para aplicar a Análise de Fatores Principais e investigar as correlações entre as concentrações elementares medidas em PPB e MOJI. As principais fontes de aerossol que impactaram na estação de PPB, foram as indústrias de fertilizantes e a ressuspensão de solo do complexoindustrial. O rateio entre as fontes foi obtido pela análise por Balanço Químico de Massas (CMB). Para a média do particulado grosso em MOJI, no período diurno, obteve-se: fertilizantes 47.8%, ressuspensão de solo 40.4% e mar 11.9%. Para a região de Paranapiacaba, obteve-se: fertilizantes 43.6%, ressuspensão de solo 31.6% e um grupo com os elementos Ni,Br e Cl,representando uma mistura de fontes que incluia as emissões marinhas, com 15.1% da massa total. ) Verificou-se que a concentração de S nas partículas finas cresce em direção a PPB e observou-se uma componente de partículas de S com peso médio de 11% na fração grossa do aerossol. Provavelmente, essas partículas devem ter sido formadas a partir da conversão de 'SO IND.2' em ácido sulfúrico e sulfatos. Em maior ou menor grau, todos esses componentes emitidos ou gerados na atmosfera de Cubatão representam um potencial de dano à vegetação e ao solo da Serra do Mar
  • Imprenta:
  • Data da defesa: 09.10.1997

  • How to cite
    A citação é gerada automaticamente e pode não estar totalmente de acordo com as normas

    • ABNT

      NASCIMENTO, Silvana Aparecida do; KERR, Américo Adlai Franco Sansigolo. Impacto do aerossol atmosférico de Cubatão na Reserva Biológica de Paranapiacaba. 1997.Universidade de São Paulo, São Paulo, 1997.
    • APA

      Nascimento, S. A. do, & Kerr, A. A. F. S. (1997). Impacto do aerossol atmosférico de Cubatão na Reserva Biológica de Paranapiacaba. Universidade de São Paulo, São Paulo.
    • NLM

      Nascimento SA do, Kerr AAFS. Impacto do aerossol atmosférico de Cubatão na Reserva Biológica de Paranapiacaba. 1997 ;
    • Vancouver

      Nascimento SA do, Kerr AAFS. Impacto do aerossol atmosférico de Cubatão na Reserva Biológica de Paranapiacaba. 1997 ;

    Últimas obras dos mesmos autores vinculados com a USP cadastradas na BDPI:

    Digital Library of Intellectual Production of Universidade de São Paulo     2012 - 2021