Exportar registro bibliográfico

Para uma análise sociossemiótica e semiolinguística de aspectos do discurso jurídico brasileiro: a liberdade e o estatuto da criança e do adolescente (1997)

  • Authors:
  • Autor USP: CASTRO, FERNANDO SOUTO DE - FFLCH
  • Unidade: FFLCH
  • Sigla do Departamento: FLL
  • Subjects: SEMIÓTICA; LINGUÍSTICA APLICADA
  • Language: Português
  • Abstract: Propusemo-nos a fazer uma análise sociossemiótica e semiolingüística de um micro-universo do Discurso Jurídico Brasileiro. Escolhemos, por ser um campo de estudos jurídicos especiais relativamente novo e por suas fronteiras próximas à Pedagogia, o Direito da Criança e do Adolescente, hoje disciplina de cursos de Graduação em algumas Faculdades de Direito. Com esse intuito, elegemos o Estatuto da Criança e do Adolescente (ECA) como corpus do trabalho, resolvendo tematizar a análise proposta com um estudo sobre a liberdade do menor, baseado nas prescrições específicas desse Diploma. Além disso, incluímos mais alguns artigos desse Estatuto na análise elaborada, tendo à vista conexões jurídicas importantes do ponto de vista da metodologia estabelecida, ainda que disciplinassem outros institutos. Dividimos o trabalho em duas grandes partes: a primeira, dedicada ao exame de um embasamento, que buscamos eleger e corporificar, suficiente, a nosso ver, para o tratamento epistemológico dispensado ao corpus. A segunda, consubstanciada na própria análise desse corpus. Para atingir o primeiro desígnio, separamos em capítulos distintos o conteúdo organizado, segundo os seus particulares enfoques de natureza multidisciplinar. Para alcançar o segundo, promovemos o exame das frações do ECA correspondentes às previsões sobre a liberdade da criança e do adolescente de forma expressa e, em um plano subjacente, de outras que a implicitavam. Terminamos por abordar a privação daliberdade contida no Estatuto, como uma visão contraditória do objeto do trabalho, mas pendente do mesmo ramo científico e técnico. Para contextualizar a primeira parte, valemo-nos de estudos, idéias e teorias de pensadores que, nas lindes traçadas, nos pareceram poder oferecer contribuições aos nossos propósitos. Para o atingimento da segunda, louvamo-nos nos recursos da semiótica e da sociossemiótica, de modo especial, lastreados nos moldes das teorias de ) A. J. Greimas e dos que vêm desenvolvendo essas teorias, citados amiúde, sobretudo C. T. Pais. Buscamos neste último autor, também um lingüista, referências no que concerne ao tratamento sociossemiótico e à análise do corpus. Os seus modelos e metamodelos, explicativos das redes complexas de relações entre as estruturas lingüísticas e as estruturas semióticas, em amplo sentido ou seja, das ligações existentes entre as estruturas e o funcionamento das línguas naturais (e seus discursos) e os sistemas semióticos, de modo geral, serviram de indicadores e ideário para outros tantos modelos que buscamos erigir em proveito das nossas confrontações e tentativas de provas, no rumo do objeto do nosso trabalho. Em nossas discussões, que perpassaram necessariamente áreas científicas distintas, procuramos, com empenho, manter a integridade das idéias referentes a cada uma delas e, sobretudo, ao conjunto que, no plano epistemológico, como consideramos, quisermos atingir. Pensamos haver demonstrado a possibilidade deuma leitura semiolingüística e especialmente sociossemiótica do ECA e, da mesma, inferir condições e resultados quanto à sua estrutura, implicações de natureza jurídica, social e política
  • Imprenta:
  • Data da defesa: 17.10.1997

  • How to cite
    A citação é gerada automaticamente e pode não estar totalmente de acordo com as normas

    • ABNT

      CASTRO, Fernando Souto de; PAIS, Cidmar Teodoro. Para uma análise sociossemiótica e semiolinguística de aspectos do discurso jurídico brasileiro: a liberdade e o estatuto da criança e do adolescente. 1997.Universidade de São Paulo, São Paulo, 1997.
    • APA

      Castro, F. S. de, & Pais, C. T. (1997). Para uma análise sociossemiótica e semiolinguística de aspectos do discurso jurídico brasileiro: a liberdade e o estatuto da criança e do adolescente. Universidade de São Paulo, São Paulo.
    • NLM

      Castro FS de, Pais CT. Para uma análise sociossemiótica e semiolinguística de aspectos do discurso jurídico brasileiro: a liberdade e o estatuto da criança e do adolescente. 1997 ;
    • Vancouver

      Castro FS de, Pais CT. Para uma análise sociossemiótica e semiolinguística de aspectos do discurso jurídico brasileiro: a liberdade e o estatuto da criança e do adolescente. 1997 ;

    Últimas obras dos mesmos autores vinculados com a USP cadastradas na BDPI:

    Digital Library of Intellectual Production of Universidade de São Paulo     2012 - 2021