Exportar registro bibliográfico

Mapas de ligação de Citrus sunki Hort. ex. Tan. e Poncirus trifoliata (L.) Raf. cv. Rubidoux e localização do gene de resistência ao vírus da tristeza (1997)

  • Authors:
  • Autor USP: CRISTOFANI, MARIANGELA - ESALQ
  • Unidade: ESALQ
  • Sigla do Departamento: LGN
  • Subjects: FITOPATOLOGIA; PLANTAS CULTIVADAS (MELHORAMENTO;GENÉTICA); FRUTICULTURA; GENÉTICA MOLECULAR
  • Language: Português
  • Abstract: Mapas de ligação foram construídos para indivíduos de Citrus sunki Hort.ex.lan.e Poncirus trifoliata (L.) Raf.cv Rubidoux explorando a estratégia de mapeamento "pseudo-testcross" com marcadores RAPD. A partir de cruzamentos controlados realizadosem 1993 foram obtidos 314 indivíduos F1. Dois conjuntos de dados foram obtidos, um para cada progenitor. As análises de ligação foram realizadas utilizando o programa MAOMAKER para Macintosh versão 2.0 a um LOD 4.0, e por uma freqüência máximade recombinação (0) = 0,30. Um total de 208 "primers" decâmeros de seqüência arbitrária foram utilizados para selecionar aqueles que mostravam polimorfismo na progênie. A configuração "pseudo-testcross" foi detectada por 78 "primers" onde omarcador esteve presente em um parental, ausente em outro e segregava na F1. Os 78 "primers" selecionados foram utilizados para análise RAPD em 80 indivíduos da progênie F1 produzindo um total de 168 marcadores. A análise de ligação dos locosrevelou que 123 marcadores foram mapeados em 18 grupos de ligação (10 grupos "Sunki" e 8 grupos de 'Rubidoux') enquanto que 45 marcadores não se ligaram a qualquer grupo. O comprimento total dos mapas foi de 723,32 cM para 'Sunki' e 867,58 cMpara Rubidoux com a distância entre marcadores variando de 0 a 43,8 cM (Kosambi). Marcadores moleculares ligados ao gene de imunidade ao vírus da tristeza dos citros foram mapeados no grupo de ligação I de Poncirus trifoliata (L.)Raf.cv.Rubidoux. O marcadorencontrado mais próximo ao Ctv foi o OPAVI2-470 localizado a 17,8 cM do gene. Cem híbridos obtidos no cruzamento entre Citrus sunki Hort.ex.fan. e Poncirus trifoliata (L.) Raf. Rubidoux foram também avaliados quanto suacapacidade de multiplicação in vitro e enraizamento de estacas, visando futuros trabalhos de seleção à gomose de Phytophthora. Os marcadores RAPD foram utilizados também para a identificação de plântulas nucelares e zigóticas dos cruzamentos: (Contiuação) laranja 'Caipira' (Citrus sinensis L.Osbeck) x laranja 'Azeda' (Citrus aurantium L.) e laranja 'Caipira' (Citrus sinensis L.Osbeck) x limão 'Cravo' (Citrus Iomonia Osbeck), sendo que foram obtidos 17 (6%) e 8(9,6%) híbridos em cadacruzamento, respectivamente
  • Imprenta:
  • Data da defesa: 31.03.1997

  • How to cite
    A citação é gerada automaticamente e pode não estar totalmente de acordo com as normas

    • ABNT

      CRISTOFANI, Mariângela; TULMANN NETO, Augusto. Mapas de ligação de Citrus sunki Hort. ex. Tan. e Poncirus trifoliata (L.) Raf. cv. Rubidoux e localização do gene de resistência ao vírus da tristeza. 1997.Universidade de São Paulo, Piracicaba, 1997.
    • APA

      Cristofani, M., & Tulmann Neto, A. (1997). Mapas de ligação de Citrus sunki Hort. ex. Tan. e Poncirus trifoliata (L.) Raf. cv. Rubidoux e localização do gene de resistência ao vírus da tristeza. Universidade de São Paulo, Piracicaba.
    • NLM

      Cristofani M, Tulmann Neto A. Mapas de ligação de Citrus sunki Hort. ex. Tan. e Poncirus trifoliata (L.) Raf. cv. Rubidoux e localização do gene de resistência ao vírus da tristeza. 1997 ;
    • Vancouver

      Cristofani M, Tulmann Neto A. Mapas de ligação de Citrus sunki Hort. ex. Tan. e Poncirus trifoliata (L.) Raf. cv. Rubidoux e localização do gene de resistência ao vírus da tristeza. 1997 ;


Digital Library of Intellectual Production of Universidade de São Paulo     2012 - 2021