Exportar registro bibliográfico

Envelhecimento artificial: comportamento fisiológico das sementes do feijoeiro (Phaseolus vulgaris L.) e suas relações com a presença de microrganismos (1997)

  • Authors:
  • Autor USP: SILVA, MONALISA ALVES DINIZ DA - ESALQ
  • Unidade: ESALQ
  • Sigla do Departamento: LAG
  • Subjects: FITOSSANIDADE; SEMENTES (PRODUÇÃO;BENEFICIAMENTO); HORTICULTURA
  • Language: Português
  • Abstract: efeitos separados para a devida interpretação dos dados obtidos; as presenças de patógenos, particularmente de Aspergillus spp., podem ser consideradas como capazes de interferir, de modo substancial e negativo, no desempenho das sementes envelhecidas artificialmenteEnvelhecimento artificial: comportamento fisiológico das sementes do feijoeiro (Phasedus vulgaris L.) e suas relações com a presença de microrganismos. O teste de envelhecimento artificial, apesar de recomendado para avaliar o vigor de lotes de sementes, apresenta variabilidade, por motivos não devidamente elucidados, em seus resultados. A ação dos fungos associados às sementes é considerada uma das causas responsáveis por essa variação. Neste contexto, o presente trabalho teve como objetivo verificar os efeitos das condições ambientais, do envelhecimento artificial, nos comportamentos das sementes do feijoeiro e dos fungos Aspergillus spp., Penicillium spp., Fusarium oxysporum e Colletotrichum lindemuthianum, inoculados artificialmente pelo método de contato. Para tanto, com a condução de quatro experimentos, foram estudados etapas metodológicas para a inoculação dos fungos e períodos de envelhecimento artificial. Foram conduzidos, para a avaliação do comportamento das sementes, os testes de sanidade, grau de umidade, germinação, tetrazólio, comprimento e peso da matéria seca da plântula, emergência, condutividade elétrica e lixiviação de potássio. As respostas obtidas, além de dependerem da duração do período de envelhecimento, indicaram efeitos do nível do inóculo e da espécie fúngica que contaminava a semente. Concluiu-se que o teste de envelhecimento artificial associa a expressão de causas fisiológicas e sanitárias que, por sua vez, devem ter os
  • Imprenta:
  • Data da defesa: 26.03.1997
  • Acesso à fonte
    How to cite
    A citação é gerada automaticamente e pode não estar totalmente de acordo com as normas

    • ABNT

      SILVA, Monalisa Alves Diniz da; SILVA, Walter Rodrigues da. Envelhecimento artificial: comportamento fisiológico das sementes do feijoeiro (Phaseolus vulgaris L.) e suas relações com a presença de microrganismos. 1997.Universidade de São Paulo, Piracicaba, 1997. Disponível em: < https://teses.usp.br/teses/disponiveis/11/11136/tde-20191218-154518/ >.
    • APA

      Silva, M. A. D. da, & Silva, W. R. da. (1997). Envelhecimento artificial: comportamento fisiológico das sementes do feijoeiro (Phaseolus vulgaris L.) e suas relações com a presença de microrganismos. Universidade de São Paulo, Piracicaba. Recuperado de https://teses.usp.br/teses/disponiveis/11/11136/tde-20191218-154518/
    • NLM

      Silva MAD da, Silva WR da. Envelhecimento artificial: comportamento fisiológico das sementes do feijoeiro (Phaseolus vulgaris L.) e suas relações com a presença de microrganismos [Internet]. 1997 ;Available from: https://teses.usp.br/teses/disponiveis/11/11136/tde-20191218-154518/
    • Vancouver

      Silva MAD da, Silva WR da. Envelhecimento artificial: comportamento fisiológico das sementes do feijoeiro (Phaseolus vulgaris L.) e suas relações com a presença de microrganismos [Internet]. 1997 ;Available from: https://teses.usp.br/teses/disponiveis/11/11136/tde-20191218-154518/

    Últimas obras dos mesmos autores vinculados com a USP cadastradas na BDPI:

    Digital Library of Intellectual Production of Universidade de São Paulo     2012 - 2021