Exportar registro bibliográfico

Avaliacao da influencia de cetose em vacas leiteiras (1997)

  • Authors:
  • Autor USP: LAGO, ERNANI PAULINO DO - ESALQ
  • Unidade: ESALQ
  • Sigla do Departamento: LZT
  • Subjects: MEDICINA VETERINÁRIA; PATOLOGIA VETERINÁRIA; ZOOTECNIA; BOVINOCULTURA LEITEIRA
  • Language: Português
  • Abstract: Um estudo foi conduzido com o objetivo de avaliar a incidência de cetose em vacas leiteiras no início da lactação através da análise de beta-hidroxibutirato (BHBA), glicose e aspartato-aminotransferase (AST) no plasma. Os efeitos de BHBA, condição corporal e perda de condição corporal sobre a perfomance lactacional e o uso de testes de campo para monitorar vacas com cetose também foram avaliados. Cento e dezoito vacas holandesas de um rebanho comercial, que pariram entre 5 de fevereiro a 24 de junho de 1996, foram estudadas com relação à ordem de lactação, produção de leite, teor de gordura e presença de corpos cetônicos (CC) no leite, peso e condição corporal, níveis plasmáticos de BHBA, glicose e AST durante as oito primeiras semanas de lactação. Também foram observadas as doenças que ocorreram neste período. A cetose subclínica foi observada em 16 animais, representando 13,5% da amostra, sendo que apenas um caso evoluiu para a forma clínica. O pico de incidência ocorreu na primeira e segunda semanas de lactação com tendência a ser maior em vacas mais velhas. Os testes de campo foram eficientes para detectar a maioria dos animais com cetose, exceto na primeira semana de lactação. O escore de condição corporal (ECC) ao parto não afetou a produção de leite e a incidência de doenças o período pós-parto. Todavia as vacas que tiveram intensa mobilização de reservas corporais (avaliada através da perda de mais de 40 kg de peso vivo e 1 ECC), tiveram significativamente menorprodução de leite e maior incidência de cetose e problemas de casco sendo esta portanto, mais prejudicial do que a própria condição corporal ao parto, BHBA maior que 10 mg/dl afetou negativamente a produção de leite no início da lactação porém seus níveis não estiveram associados às doenças que ocorreram neste período. Em conclusão, o ECC ao parto não afetou a perfomance das vacas no pós-parto, entretanto grande mobilização de reservas ) aumentou a incidência de cetose e reduziu a produção e leite. Assumiu-se que a cetose esteja ocorrendo com incidência semelhante em vários outros rebanhos que adotam o mesmo nível no manejo, conforto e práticas de alimentação que o do rebanho estudado, e foi sugerido que o supercondicionamento das vacas ao parto deve ser evitado
  • Imprenta:
  • Data da defesa: 30.04.1997
  • Acesso à fonte
    How to cite
    A citação é gerada automaticamente e pode não estar totalmente de acordo com as normas

    • ABNT

      LAGO, Ernani Paulino do; FARIA, Vidal Pedroso de. Avaliacao da influencia de cetose em vacas leiteiras. 1997.Universidade de São Paulo, Piracicaba, 1997. Disponível em: < https://teses.usp.br/teses/disponiveis/11/11139/tde-20190821-114712/ >.
    • APA

      Lago, E. P. do, & Faria, V. P. de. (1997). Avaliacao da influencia de cetose em vacas leiteiras. Universidade de São Paulo, Piracicaba. Recuperado de https://teses.usp.br/teses/disponiveis/11/11139/tde-20190821-114712/
    • NLM

      Lago EP do, Faria VP de. Avaliacao da influencia de cetose em vacas leiteiras [Internet]. 1997 ;Available from: https://teses.usp.br/teses/disponiveis/11/11139/tde-20190821-114712/
    • Vancouver

      Lago EP do, Faria VP de. Avaliacao da influencia de cetose em vacas leiteiras [Internet]. 1997 ;Available from: https://teses.usp.br/teses/disponiveis/11/11139/tde-20190821-114712/

    Últimas obras dos mesmos autores vinculados com a USP cadastradas na BDPI:

    Digital Library of Intellectual Production of Universidade de São Paulo     2012 - 2021