Exportar registro bibliográfico

Paracoccidioidomicose pulmonar experimental: caracterização do modelo de infecção intratraqueal em camundongos resistentes e susceptiveis: participação de ifn-gama, células t cd4+ e cd8+ na resistência ao fungo (1995)

  • Authors:
  • Autor USP: RESTREPO, LUZ ELENA CANO - ICB
  • Unidade: ICB
  • Sigla do Departamento: BMI
  • Assunto: IMUNOLOGIA
  • Language: Português
  • Abstract: A infeccao i.T de animais a/sn e b10a assemelha-se a forma pulmonar restrita benigna e a forma cronica progressiva disseminada da paracoccidioidomicose (pcm). A/sn comportam-se como resistentes ao p. Brasiliensis com imunidade protetora associada a reacoes de htt positivas, ativacao de macrofagos e producao de igg2a e igg3 especificas maiores que as de b10.A. Ja b10.A sao susceptiveis com falha na ativacao de macrofagos, reacoes de htt fracas e producao de anticorpos (ac) especificos com predominio de igg1, igg2a e igg2b. Fatos sugerem que a resistencia ao fungo estaria sob controle de mecanismos mediados pelo ifn-gama. Deplecao in vivo do ifn-gama induziu exacerbacao da infeccao pulmonar e disseminacao precoce do fungo, indicando que, independente da linhagem, o ifn-gama exerce papel protetor. Anergia nas reacoes de htt dos animais depletados sugere papel essencial desta citocina no mecanismo de imunidade. A deplecao in vivo de celulas t cd8+ mostrou que estao envolvidas no mecanismo de protecao: na fase cronica de a/sn evita disseminacao do fungo; em b10.A controla a infeccao pulmonar e a disseminacao precoce. As celulas t cd4+ tem pouca participacao no controle da infeccao induzida por isolado de baixa virulencia; mas demonstramos que a reacao de htt e a producao de ac especificos, na pcm experimental, sao mecanismos que dependem exclusivamente de celulas t cd4+
  • Imprenta:
  • Data da defesa: 01.09.1995

  • How to cite
    A citação é gerada automaticamente e pode não estar totalmente de acordo com as normas

    • ABNT

      CANO RESTREPO, Luz Elena; CALICH, Vera Lúcia Garcia. Paracoccidioidomicose pulmonar experimental: caracterização do modelo de infecção intratraqueal em camundongos resistentes e susceptiveis: participação de ifn-gama, células t cd4+ e cd8+ na resistência ao fungo. 1995.Universidade de São Paulo, São Paulo, 1995.
    • APA

      Cano Restrepo, L. E., & Calich, V. L. G. (1995). Paracoccidioidomicose pulmonar experimental: caracterização do modelo de infecção intratraqueal em camundongos resistentes e susceptiveis: participação de ifn-gama, células t cd4+ e cd8+ na resistência ao fungo. Universidade de São Paulo, São Paulo.
    • NLM

      Cano Restrepo LE, Calich VLG. Paracoccidioidomicose pulmonar experimental: caracterização do modelo de infecção intratraqueal em camundongos resistentes e susceptiveis: participação de ifn-gama, células t cd4+ e cd8+ na resistência ao fungo. 1995 ;
    • Vancouver

      Cano Restrepo LE, Calich VLG. Paracoccidioidomicose pulmonar experimental: caracterização do modelo de infecção intratraqueal em camundongos resistentes e susceptiveis: participação de ifn-gama, células t cd4+ e cd8+ na resistência ao fungo. 1995 ;

    Últimas obras dos mesmos autores vinculados com a USP cadastradas na BDPI:

    Digital Library of Intellectual Production of Universidade de São Paulo     2012 - 2021