Exportar registro bibliográfico

Sobre o minério uranífero do Morro do Agostinho, Poços de Caldas, Minas Gerais, Brasil: determinação não destrutiva do urânio e apresentação de um esquema para o aproveitamento do urânio e do molibdênio das suas lixívias, por troca-iônica (1970)

  • Authors:
  • Autor USP: MATSUKA, HARKO TAMURA - EP
  • Unidade: EP
  • Sigla do Departamento: SD
  • Assunto: URÂNIO
  • Language: Português
  • Abstract: Apresentam-se neste trabalho três métodos não-destrutivos de determinação de urânio no minério do Morro do Agostinho, Poços de Caldas, Minas Gerais, visando à sua determinação rápida. A tabela VIII-1 permite a comparação entre os métodos agora citados e uma análise química feita pelo método volumétrico. 1- Espectrometria de raios gama, baseada na radioatividade natural, cuja análise s baseia na medida da intensidade do fotópico do tório-234 de 93 KeV, descendente imediato do urânio-238. 2- Espectrometria de raios X fluorescentes, que se baseia na medida da intensidade da linha UL1, de ordem II. 3- Medida de nêutrons atrasados emitidos na fissão de núcleos físseis quando irradiados com nêutrons térmicos. Discute-se também nesta dissertação, o comportamento de urânio e do molibdênio em relação ao sistema sulfúrico-resina aniônica. Fez-se um estudo comparativo de retenção de urânio e de molibdênio em resinas aniônica forte e aniônica fraca, bem como sua eluição seletiva por meio de reagentes adequados. O molibdênio é retido e eluido mais facilmente da resina aniônica fraca enquanto o urânio é retido e aluído melhor da resina aniônica forte. Em vista dos resultados obtidos, sugere-se um esquema para a separação desses elementos nas lixívias sulfúricas do minério do Morro do Agostinho.
  • Imprenta:
  • Data da defesa: 28.08.1970

  • How to cite
    A citação é gerada automaticamente e pode não estar totalmente de acordo com as normas

    • ABNT

      MATSUDA, Harko Tamura; FRANCO, Rui Ribeiro. Sobre o minério uranífero do Morro do Agostinho, Poços de Caldas, Minas Gerais, Brasil: determinação não destrutiva do urânio e apresentação de um esquema para o aproveitamento do urânio e do molibdênio das suas lixívias, por troca-iônica. 1970.Universidade de São Paulo, São Paulo, 1970.
    • APA

      Matsuda, H. T., & Franco, R. R. (1970). Sobre o minério uranífero do Morro do Agostinho, Poços de Caldas, Minas Gerais, Brasil: determinação não destrutiva do urânio e apresentação de um esquema para o aproveitamento do urânio e do molibdênio das suas lixívias, por troca-iônica. Universidade de São Paulo, São Paulo.
    • NLM

      Matsuda HT, Franco RR. Sobre o minério uranífero do Morro do Agostinho, Poços de Caldas, Minas Gerais, Brasil: determinação não destrutiva do urânio e apresentação de um esquema para o aproveitamento do urânio e do molibdênio das suas lixívias, por troca-iônica. 1970 ;
    • Vancouver

      Matsuda HT, Franco RR. Sobre o minério uranífero do Morro do Agostinho, Poços de Caldas, Minas Gerais, Brasil: determinação não destrutiva do urânio e apresentação de um esquema para o aproveitamento do urânio e do molibdênio das suas lixívias, por troca-iônica. 1970 ;

    Últimas obras dos mesmos autores vinculados com a USP cadastradas na BDPI:

    Digital Library of Intellectual Production of Universidade de São Paulo     2012 - 2021