Exportar registro bibliográfico


Metrics:

Aeração artificial de cursos de água (1978)

  • Authors:
  • Autor USP: FURQUIM, SEBASTIAO LEME LEMI - FSP
  • Unidade: FSP
  • Sigla do Departamento: HSA
  • DOI: 10.11606/D.6.2020.tde-14052020-132750
  • Subjects: SAÚDE AMBIENTAL; CORRENTES DE RIO; RIOS; AERAÇÃO
  • Language: Português
  • Abstract: Não se pode esperar muito de soluções únicas e isoladas quando estão envolvidos problemas pertecentes ao complexo da ecologia e da poluição ambiental. Os problemas de poluição, pois, como qualquer questão ligada ao meio ambiente, requerem preocupações e correções múltiplas que envolvem como um todo as grandes áreas da poluição do ar, do solo e das águas. Resta a um rio que já recebeu poluição, apenas uma alternativa, depurar-se. A capacidade de autodepuração de um curso de água poluído, está diretamente relacionada com a capacidade que possui o sistema de transferir oxigênio do ar para o interior da massa líquida. Por essa razão rios turbulentos e acidentados têm maior capacidade de autodepurar-se que os rios de planície. Baseados neste conceito, foram idealizados, na Holanda, os sistemas de tratamento denominados valos de oxidação, que constituem verdadeiros modelos reduzidos de rio, nos quais a reaeração é obtida através da turbulência provocada artificialmente por intermédio de agitadores superficiais. Uma variante desse método é a de se instalar agitadores, ou seja, aeradores nos próprios rios, vindo constituir verdadeiras cachoeiras artificiais. Levantou-se a experiência de outros países, formulários e os processos existentes. Organizou-se um cotejo técnico e econômico entre os mesmos e concluiu-se que o mais indicado é o de aeradores superficiais, devido ao seu menor custo e versatilidade operacional.
  • Imprenta:
  • Data da defesa: 04.12.1978
  • Acesso à fonteDOI
    Informações sobre o DOI: 10.11606/D.6.2020.tde-14052020-132750 (Fonte: oaDOI API)
    • Este periódico é de acesso aberto
    • Este artigo é de acesso aberto
    • URL de acesso aberto
    • Cor do Acesso Aberto: gold
    • Licença: cc-by-nc-sa

    How to cite
    A citação é gerada automaticamente e pode não estar totalmente de acordo com as normas

    • ABNT

      FURQUIM, Sebastião Leme Lemi; AMARAL E SILVA, Carlos Celso do. Aeração artificial de cursos de água. 1978.Universidade de São Paulo, São Paulo, 1978. Disponível em: < https://doi.org/10.11606/D.6.2020.tde-14052020-132750 > DOI: 10.11606/D.6.2020.tde-14052020-132750.
    • APA

      Furquim, S. L. L., & Amaral e Silva, C. C. do. (1978). Aeração artificial de cursos de água. Universidade de São Paulo, São Paulo. Recuperado de https://doi.org/10.11606/D.6.2020.tde-14052020-132750
    • NLM

      Furquim SLL, Amaral e Silva CC do. Aeração artificial de cursos de água [Internet]. 1978 ;Available from: https://doi.org/10.11606/D.6.2020.tde-14052020-132750
    • Vancouver

      Furquim SLL, Amaral e Silva CC do. Aeração artificial de cursos de água [Internet]. 1978 ;Available from: https://doi.org/10.11606/D.6.2020.tde-14052020-132750

    Últimas obras dos mesmos autores vinculados com a USP cadastradas na BDPI:

    Digital Library of Intellectual Production of Universidade de São Paulo     2012 - 2021