Exportar registro bibliográfico


Metrics:

Estudo da infecção da leptospirose humana em coabitantes de casos ocorridos no Vale do Rio Aricanduva, município de São Paulo, 1983 (1985)

  • Authors:
  • USP affiliated authors: SOUZA, DORALICE DE - FSP
  • Unidades: FSP
  • Sigla do Departamento: HEP
  • DOI: 10.11606/T.6.2018.tde-04012018-092822
  • Subjects: LEPTOSPIROSE (EPIDEMIOLOGIA;PREVENÇÃO E CONTROLE); MÉTODOS EPIDEMIOLÓGICOS; DESASTRES AMBIENTAIS; SANEAMENTO URBANO; TESTES SOROLÓGICOS; HABITAÇÃO
  • Keywords: Leptospirosis; Epidemiology
  • Language: Português
  • Abstract: Realizamos uma investigação epidemiológica em uma zona que fora inundada pela rio Aricanduva e seus afluentes, a leste do município de São Paulo, em 61 coabitantes de casos confirmados laboratorialmente de leptospirose humana ocorridos em 1983, residentes nessa área, com o objetivo de conhecer o nível de infecção por leptospiras nesse grupo de pessoas. Para pesquisa de anticorpos anti-leptospiras realizamos o teste de soroaglutinação microscópica nas 61 amostras de soro colhidas, tendo sido considerado soro reagente aquele que apresentou um título mínimo igual ou superior a 1:100. Para diferenciarmos se a infecção encontrada era recente ou passada, além de outros dados epidemiológicos investigamos a presença de anticorpos da classe IgM nesses soros por meio da prova de hemaglutinação passiva, considerando significante o título igual ou maior que 1:128. Os resultados nos mostraram que 18 pessoas, ou seja 29,6 por cento dos coabitantes eram de prendas domésticas, enquanto que 18,2 por cento eram menores e 6,6 por cento eram aposentados; 6,6 por cento eram operários não qualificados, ficando outras ocupações com 3,3 por cento ou 1,6 por cento . Em relação ao meio ambiente, as unidades residenciais investigadas eram diferentes daquelas descritas na literatura no tocante a casos de leptospirose humana.Estas apresentavam codições de urbanismo, ou seja, eram servidas por transporte coletivo nas proximidades em 95,8 por cento , tinham iluminação pública em 79,2 por cento, apresentavam ruas pavimentadas em 75 por cento , além de serem servidas por rede de esgoto em 70,8 por cento e por rede pública de abastecimento de água em 100. por cento . Quanto ao tipo de construção, 100 por cento era de alvenaria. Em relação a fatores que poderiam favorecer a infecção humana por leptospiras verificamos que quase 90 por cento das unidades residenciais estudadas tinham terrenos baldios a menos de 100 m de distincia, 58,4 por cento apresentavam ratos ou nas próprias dependências ou nas suas proximidades e 79,1 por cento das casas estavam localizadas até 200 m de correntes fluviais. Dos 61 coabitantes estudados, 42 (67,8 por cento ) tiveram um ou mais contato com enchentes, a maioria das quais ocorreram nos meses de janeiro e fevereiro de 1983, época aproximada em que 127 (63,5 por cento ) dos 200 doentes desse ano também o fizeram. Quanto ao nível de infecção, encontramos 6(9,8 por cento ) amostras de soro, reagentes para os sorotipos panama (2), copenhageni (1), javanica (2) e patoc (1). Todos esses dados sugeriram influência do binômio enchente-população murina sobre esse nível de infecção. As 61 amostras de soro examinadas foram negativas para pesquisa de IgM fazendo-nos considerar os soros reagentes como relativos a uma infecção passada, presumivelmente relacionados à época de infecção do caso.
  • Imprenta:
  • Data da defesa: 00.00.1985
  • Online source accessDOI
    Informações sobre o DOI: 10.11606/T.6.2018.tde-04012018-092822 (Fonte: oaDOI API)
    • Este periódico é de assinatura
    • Este artigo é de acesso aberto
    • URL de acesso aberto
    • Cor do Acesso Aberto: bronze

    How to cite
    A citação é gerada automaticamente e pode não estar totalmente de acordo com as normas

    • ABNT

      SOUZA, Doralice de; JUAREZ, Edmundo. Estudo da infecção da leptospirose humana em coabitantes de casos ocorridos no Vale do Rio Aricanduva, município de São Paulo, 1983. 1985.Universidade de São Paulo, São Paulo, 1985. Disponível em: < http://www.teses.usp.br/teses/disponiveis/6/6132/tde-04012018-092822/ > DOI: 10.11606/T.6.2018.tde-04012018-092822.
    • APA

      Souza, D. de, & Juarez, E. (1985). Estudo da infecção da leptospirose humana em coabitantes de casos ocorridos no Vale do Rio Aricanduva, município de São Paulo, 1983. Universidade de São Paulo, São Paulo. Recuperado de http://www.teses.usp.br/teses/disponiveis/6/6132/tde-04012018-092822/
    • NLM

      Souza D de, Juarez E. Estudo da infecção da leptospirose humana em coabitantes de casos ocorridos no Vale do Rio Aricanduva, município de São Paulo, 1983 [Internet]. 1985 ;Available from: http://www.teses.usp.br/teses/disponiveis/6/6132/tde-04012018-092822/
    • Vancouver

      Souza D de, Juarez E. Estudo da infecção da leptospirose humana em coabitantes de casos ocorridos no Vale do Rio Aricanduva, município de São Paulo, 1983 [Internet]. 1985 ;Available from: http://www.teses.usp.br/teses/disponiveis/6/6132/tde-04012018-092822/