Exportar registro bibliográfico

Embriogenese somatica em soja (glycine max (l.) Merrill) (1989)

  • Authors:
  • Autor USP: CALVO, EBERSON SANCHES - ESALQ
  • Unidade: ESALQ
  • Sigla do Departamento: LGN
  • Subjects: SOJA; EMBRIOGÊNESE SOMÁTICA
  • Language: Português
  • Abstract: Diversos fatores foram investigados a fim de se determinar uma metodologia para regeneração de plantas de soja via embriogênese somática. Cotilédones imaturos foram cultivados in vitro sob diversas condições. Foram avaliados os parâmetros referentes à embriogênese e a calogênese, observações organográficas e anatômicas. Os resultados obtidos mostraram que altas concentrações (10-25 mg/l) de 2,4-D ou 2,4,5-T (11,5-17,5 mg/l) interrompem a ontogênese do embrióide no estádio globular. Baixas concentrações destas auxinas promoveram desenvolvimento precoce dos embrióides. Nessas condições os embrióides eram morfologicamente anormais e não puderam ser convertidos em plântulas. Os embrióides tiveram origem multicelular a partir de células da epiderme e sub-epiderme do explante. A sacarose, em concentrações variando de 1,0 a 2,0% foi o açúcar que proporcionou maior eficiência de embriogênese. O processo de indução de embriogênese foi fortemente inibido pela irradiação do explante com raios 'gama'. L-prolina, caseína hidrolisada, extrato de malte ou extrato de levedura não estimularam a embriogênese. ABA ou BA inibiram a indução de embriogênese e não favoreceram a maturação dos embrióides. As maiores eficiências de embriogênese foram obtidas com os explantes na posição abaxial. Tanto a indução de embriogênese quanto a maturação dos embrióides foram afetadas pelo genótipo da planta doadora do explante. Não foi evidenciada a existência de interação entre genótipoe o meio de cultura. A luz favoreceu a indução de embriogênese, sob altas concentrações de auxina, mas inibiu completamente a maturação dos embrióides. Os embrióides induzidos pelo 2,4,5-T apresentaram uma maior frequência de maturação. Foi proposto um protocolo reproduzível para regeneração de plântulas assim como um modelo de origem dos embrióides
  • Imprenta:
  • Data da defesa: 28.08.1989
  • Acesso à fonte
    How to cite
    A citação é gerada automaticamente e pode não estar totalmente de acordo com as normas

    • ABNT

      CALVO, Eberson Sanches; VELLO, Natal Antonio. Embriogenese somatica em soja (glycine max (l.) Merrill). 1989.Universidade de São Paulo, Piracicaba, 1989. Disponível em: < http://teses.usp.br/teses/disponiveis/11/11137/tde-20181127-154927/ >.
    • APA

      Calvo, E. S., & Vello, N. A. (1989). Embriogenese somatica em soja (glycine max (l.) Merrill). Universidade de São Paulo, Piracicaba. Recuperado de http://teses.usp.br/teses/disponiveis/11/11137/tde-20181127-154927/
    • NLM

      Calvo ES, Vello NA. Embriogenese somatica em soja (glycine max (l.) Merrill) [Internet]. 1989 ;Available from: http://teses.usp.br/teses/disponiveis/11/11137/tde-20181127-154927/
    • Vancouver

      Calvo ES, Vello NA. Embriogenese somatica em soja (glycine max (l.) Merrill) [Internet]. 1989 ;Available from: http://teses.usp.br/teses/disponiveis/11/11137/tde-20181127-154927/

    Últimas obras dos mesmos autores vinculados com a USP cadastradas na BDPI:

    Digital Library of Intellectual Production of Universidade de São Paulo     2012 - 2021