Exportar registro bibliográfico

Tratamento de dados químicos e petrográficos de rochas alcalinas do Brasil meridional (1984)

  • Authors:
  • Autor USP: SOARES, ROSA MARIA COTRIM - IGC
  • Unidade: IGC
  • Sigla do Departamento: GGG
  • Subjects: ROCHAS ALCALINAS; GEOQUÍMICA; PETROGRAFIA
  • Language: Português
  • Abstract: Análises químicas e modais de rochas alcalinas compiladas da literatura foram utilizadas para uma reavaliação de dados amostrais referentes às Províncias Petrográficas do Brasil Meridional. Foram determinados os parâmetros e índices da petrologia e traçados Diagramas de Variação, selecionados em função da literatura geológica com prioridade para aqueles escolhidos para representar províncias mundiais. Técnicas estatísticas multivariantes, tais como, Análise de Agrupamento, Análise Discriminante e Análise Fatorial foram utilizadas com o objetivo de descrever e classificar os vários tipos petrográficos das províncias. Foram computadas também estatísticas amostrais e descritivas dos elementos maiores em forma de óxidos e eventualmente dos elementos traços (em ppm), tanto para as unidades petrográficas, como maciços e para as rochas das províncias e, traçados histogramas e curvas de distribuição de freqüência cumulativa. Com base nos resultados obtidos pela combinação dos vários critérios foram delimitados vários campos composicionais e comparados dados modais e mineralógicos normativos, além de dados sobre proporções em óxidos e catiônicas. Os gráficos resultantes do tratamento dos dados químicos e petrográficos foram então integrados nos vários esquemas geotectônicos e petrológicos descritos na literatura. Foi demonstrado que existe uma interrelação entre os gráficos petrológicos clássicos e aqueles deduzidos da Análise Estatística Multivariante,principalmente a Análise Fatorial. As outras técnicas multivariantes tiveram apenas efeito descritivo. Quanto aos histogramas, foram utilizados com bons resultados, principalmente na delimitação de populações em função dos índices petrológicos ID e qz. Com relação aos Diagramas de Variação verificou-se que os mais adequados na representação de associações petrográficas e/ou províncias são aqueles que relacionam as composições modais e normativas (QLM e QAPF) porque ) além de definirem claramente os campos composicionais permitem avaliar os prováveis erros analíticos amostrais pelo confronto dos dados
  • Imprenta:
  • Data da defesa: 00.00.1984
  • Acesso à fonte
    How to cite
    A citação é gerada automaticamente e pode não estar totalmente de acordo com as normas

    • ABNT

      SOARES, Rosa Maria Cotrim; LEVI, Franco. Tratamento de dados químicos e petrográficos de rochas alcalinas do Brasil meridional. 1984.Universidade de São Paulo, São Paulo, 1984. Disponível em: < http://www.teses.usp.br/teses/disponiveis/44/44131/tde-28082015-140919/pt-br.php >.
    • APA

      Soares, R. M. C., & Levi, F. (1984). Tratamento de dados químicos e petrográficos de rochas alcalinas do Brasil meridional. Universidade de São Paulo, São Paulo. Recuperado de http://www.teses.usp.br/teses/disponiveis/44/44131/tde-28082015-140919/pt-br.php
    • NLM

      Soares RMC, Levi F. Tratamento de dados químicos e petrográficos de rochas alcalinas do Brasil meridional [Internet]. 1984 ;Available from: http://www.teses.usp.br/teses/disponiveis/44/44131/tde-28082015-140919/pt-br.php
    • Vancouver

      Soares RMC, Levi F. Tratamento de dados químicos e petrográficos de rochas alcalinas do Brasil meridional [Internet]. 1984 ;Available from: http://www.teses.usp.br/teses/disponiveis/44/44131/tde-28082015-140919/pt-br.php

    Últimas obras dos mesmos autores vinculados com a USP cadastradas na BDPI:

Digital Library of Intellectual Production of Universidade de São Paulo     2012 - 2021