Exportar registro bibliográfico

Caracterização química e mineralógica das argilas da região da Bacia do Alto Tietê: contribuição a genese dos depósitos e a aplicação tecnológica (1984)

  • Authors:
  • USP affiliated authors: CORREA, WALDOMIRO LUNARDI PIRES - IGC
  • Unidades: IGC
  • Sigla do Departamento: GGE
  • Subjects: MINERALOGIA; ARGILAS; GEOLOGIA ECONÔMICA
  • Language: Português
  • Abstract: Com o objetivo de levantar dados sobre sua mineralogia, geologia e atualizar informações sobre suas propriedades cerâmicas, as argilas da região da Bacia do Alto Tietê foram estudadas através de análises granulométricas, análises químicas, análises térmicas diferenciais, difração de raios X e ensaios cerâmicos. A partir dos dados obtidos, pode-se concluir que os sedimentos são constituídos por argilomineral do grupo da caolinita, micas, quartzo e gibbsita. A gibbsita parece ser mineral autigênico, pois não aparece nas litologias adjacentes, além de ocorrer intimamente misturado ao mineral caolinita nas frações abaixo de 0,002 mm. As amostras mais ricas no mineral gibbsita localizam-se numa das maiores várzeas da bacia. As amostras mais pobres no mineral gibbsita estão localizadas nas bordas da bacia, área de pequenas várzeas. A morfoscopia dos grãos da fração areia, angulosos e pouco arredondados, constituída principalmente por quartzo e micas, a ausência de estratificação e de estruturas sedimentares, sugerem a ocorrência de apenas um ciclo deposicional para os sedimentos estudados, que litologicamente se caracterizam como argilas sílticas ou arenosas. Do ponto de vista cerâmico, os materiais podem ser classificados como argilas refratárias. As mais aluminosas são indicadas para a fabricação de chamotas para refratários sílico-aluminosos, e ocorrem preferencialmente na região de grandes várzeas. Dois horizontes classificados como "areia-siltico-argilosa", porbeneficiamento em peneiras U.S.S. 325 (abertura 0,044 mm) produziram materiais cujo comportamento frente aos ensaios cerâmicos, permite indicá-los como fonte alternativa de argilominerais para a indústria de cerâmica branca, ou como ligantes para chamota refratária
  • Imprenta:
  • Data da defesa: 03.07.1984
  • Online source access
    How to cite
    A citação é gerada automaticamente e pode não estar totalmente de acordo com as normas

    • ABNT

      CORREA, Waldomiro Lunardi Pires; LEVI, Franco. Caracterização química e mineralógica das argilas da região da Bacia do Alto Tietê: contribuição a genese dos depósitos e a aplicação tecnológica. 1984.Universidade de São Paulo, São Paulo, 1984. Disponível em: < http://www.teses.usp.br/teses/disponiveis/44/44131/tde-08092015-112503/pt-br.php >.
    • APA

      Correa, W. L. P., & Levi, F. (1984). Caracterização química e mineralógica das argilas da região da Bacia do Alto Tietê: contribuição a genese dos depósitos e a aplicação tecnológica. Universidade de São Paulo, São Paulo. Recuperado de http://www.teses.usp.br/teses/disponiveis/44/44131/tde-08092015-112503/pt-br.php
    • NLM

      Correa WLP, Levi F. Caracterização química e mineralógica das argilas da região da Bacia do Alto Tietê: contribuição a genese dos depósitos e a aplicação tecnológica [Internet]. 1984 ;Available from: http://www.teses.usp.br/teses/disponiveis/44/44131/tde-08092015-112503/pt-br.php
    • Vancouver

      Correa WLP, Levi F. Caracterização química e mineralógica das argilas da região da Bacia do Alto Tietê: contribuição a genese dos depósitos e a aplicação tecnológica [Internet]. 1984 ;Available from: http://www.teses.usp.br/teses/disponiveis/44/44131/tde-08092015-112503/pt-br.php

    Últimas obras dos mesmos autores vinculados com a USP cadastradas na BDPI:

Digital Library of Intellectual Production of Universidade de São Paulo     2012 - 2020