Exportar registro bibliográfico

Nós de estruturas de concreto armado: projeto e cálculo (1979)

  • Authors:
  • Autor USP: PAOLO, ALFREDO VICENTE JUAN DI - EP
  • Unidade: EP
  • Sigla do Departamento: PEF
  • Assunto: ESTRUTURAS DE CONCRETO ARMADO
  • Language: Português
  • Abstract: Esta obra está dedicada ao estudo dos nós das estruturas de concreto armado. A mesma divide-se em oito capítulos e um anexo. Após os capítulos primeiro ao quinto, que são de caráter introdutório e geral, no capítulo sexto estudam-se os nós sujeitos a flexão simples por momentos de “fechamento”, ou seja, aqueles que produzem tensões normais de compressão no canto interno do nó. Este tipo de nó pode ser estudado mediante a teoria da viga de grande curvatura. Analisam-se as soluções teóricas de Winkler e Golovin, que são aplicáveis às estruturas de materiais homogêneos e isótropos e a extensão da solução de Winkler às vigas de grande curvatura em concreto armado. Neste último caso, desenvolveram-se as equações correspondentes utilizando-se como base as prescrições da Norma NB-1/78. Elaboraram-se tabelas derivadas da aplicação destas equações, que fazem parte do Anexo a que facilitam as aplicações práticas respectivas. A experimentação em modelos físicos confirma a aplicabilidade da teoria da viga de grande curvatura para o estudo dos nós das estruturas de concreto armado. Este fato foi evidenciado pelas pesquisas de laboratório realizadas recentemente pelo Eng. G. Garcia Moreno sobre modelos de nós armados com diferentes arranjos de armadura. Estes ensaios são apresentados comparando-se os resultados experimentais obtidos no laboratório com os derivados da análise pela teoria da viga de grande curvatura. Observou-se que a presença de estribos ou de armadura comprimida produz um cintamento lateral do corpo do nó, pelo que o estado de tensão existente no interior do mesmo é na sua forma mais geral triaxial, podendo ser também do tipo biaxial. A experimentação de Garcia Moreno demonstrou que nestes casos a resistência do concreto a ser utilizada nos cálculos deve ser incrementada, levando em conta este fato. A equação deRichardt-Brandzaeg fornece bons resultados em relação a este assunto. As normas para o detalhamento das armaduras deste tipo de nó prescrevem: a) raios de dobramento das barras adequados para evitar a ruptura por fendilhamento do concreto no plano do nó, e b) comprimentos de emenda e ancoragem suficientes para garantir a transmissão dos esforços das barras da armadura. A presença de mísulas ou arredondamentos do canto interno do nó, assim como a existência de armadura comprimida nesse canto, são favoráveis a fim de diminuir os níveis das tensões de compressão e aumentar a ductilidade do nó. Fecha-se o sexto capítulo com critérios para dimensionamento e exemplos numéricos práticos. O capítulo sétimo é dedicado ao estudo dos nós sujeitos a flexão por momentos de “abertura”, ou seja, aqueles momentos que produzem tensões normais de tração no canto interno do nó. Teoricamente a ruptura deste tipo de nó é do tipo frágil e acontece quando as tensões de tração que se produzem na diagonal de nó sobrepassam a resistência à tração do concreto. Este diagrama de tensões de tração antes do nó fissurar-se, é de forma aproximadamente parabólica ao longo da diagonal do nó. Os ensaios experimentais permitem determinar os arranjos de armadura mais adequados para aumentar a eficiência do nó e as taxas de armadura de tração máximas a serem utilizadas em cada caso. Em geral, aumenta-se a eficiência do nó quando se projetam arranjos de armadura que produzem um cintamento do corpo do mesmo, seja mediante armaduras em forma de laçadas, seja pela presença de estribos. Estes resultados são apresentados para os nós em ângulo reto, ângulo obtuso, ângulo agudo, nós tipo T, nós tipo X e muros de arrimo. Finalmente, indicam-se os critérios para o projeto destes tipos de nós. O capítulo oitavo contém as referências bibliográficas nas quais foibaseado este trabalho. Por último, o Anexo fornece todas as tabelas mencionadas no capítulo sexto e que são utilizadas no dimensionamento e na verificação dos nós sujeitos a flexão simples, mediante momentos de “fechamento”.
  • Imprenta:
  • Data da defesa: 13.07.1979

  • How to cite
    A citação é gerada automaticamente e pode não estar totalmente de acordo com as normas

    • ABNT

      DI PAOLO, Alfredo Vicente Juan; SANTOS, Lauro Modesto dos. Nós de estruturas de concreto armado: projeto e cálculo. 1979.Universidade de São Paulo, São Paulo, 1979.
    • APA

      Di Paolo, A. V. J., & Santos, L. M. dos. (1979). Nós de estruturas de concreto armado: projeto e cálculo. Universidade de São Paulo, São Paulo.
    • NLM

      Di Paolo AVJ, Santos LM dos. Nós de estruturas de concreto armado: projeto e cálculo. 1979 ;
    • Vancouver

      Di Paolo AVJ, Santos LM dos. Nós de estruturas de concreto armado: projeto e cálculo. 1979 ;

    Últimas obras dos mesmos autores vinculados com a USP cadastradas na BDPI:

Digital Library of Intellectual Production of Universidade de São Paulo     2012 - 2021